domingo, 21 de novembro de 2021

Hector Assunção assume vice-liderança da MX1 no Brasileiro de Motocross, seguido por Jetro Salazar


Atibaia (SP) – Com muito sol e pista de altas velocidades, a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross 2021 foi realizada neste domingo (21/11), em Atibaia, interior paulista. Os resultados do dia levaram o piloto Hector Assunção, da equipe Honda Racing, até a vice-liderança no ranking da classe MX1. Ele tem 187 pontos, o mesmo que o companheiro de equipe Jetro Salazar - em terceiro lugar por conta de critério de desempate. Na soma das duas baterias válidas pela MX1, Salazar confirmou o terceiro lugar e Assunção, o quarto. Eles aceleram a motocicleta Honda CRF 450R. O atual líder da categoria é Fábio Santos (231 pontos). "Tivemos rodada dupla em Atibaia, não foram os meus melhores dias. Eu não me adaptei muito bem com à pista, mas mesmo assim consegui salvar bons resultados e conquistar pontos importantes, assumindo a vice-liderança do Brasileiro. No próximo fim de semana tem mais aventura para a gente, as finais do Arena Cross, vou focar nisso e tentar buscar a vitória", declara o paulista Assunção. Salazar também acredita que a etapa poderia ter rendido ainda mais. " Na primeira corrida, larguei mal, mas consegui imprimir um ritmo forte. Cometi dois erros que me deixaram sem chances de ir mais para frente e terminei em quinto. Na segunda bateria, larguei em terceiro e pressionei os ponteiros até os 26 minutos de prova, mas cometi mais um erro e caí. São ajustes que a gente tem que fazer, mas o meu ritmo e a parte física estão 100%. Por isso, estou muito empolgado para as finais do Arena Cross e do Campeonato Brasileiro", garante o equatoriano radicado no Peru. Já na categoria MX2, os representantes da Honda Racing foram os pilotos Leonardo Souza e Henrique Henicka, com a moto Honda CRF 250R. O competidor catarinense foi o quinto colocado na soma das duas baterias válidas pela classe, assumindo a vice-liderança da tabela com 178 pontos. “Foi uma etapa muito boa, consegui subir na tabela do campeonato. Vamos continuar na briga e estou feliz com a minha pilotagem e a moto", explica Souza. O gaúcho Henrique Henicka, em sexto lugar na classificação da MX2 (128 pontos), avalia o desempenho da etapa: "Consegui largar muito bem. A pista mudou bastante, depois de muito barro na quarta etapa pegamos chão seco neste domingo, com muito buraco. Ganhei mais experiência e vamos com tudo para a próxima". A equipe Honda Racing de Motocross é patrocinada por Pro Honda, Fox, DID, Zeta e Seguros Honda. Bruno Crivilin, do Enduro, é destaque – O piloto da equipe Honda Racing de Enduro Bruno Crivilin foi outro grande destaque na passagem do Brasileiro de Motocross por Atibaia. Depois de estrear com pódio na quarta etapa da classe MX2, em terceiro lugar, nesta sexta-feira (19/11), o capixaba viveu pela segunda vez a emoção de competir na modalidade com a Honda CRF 250RX. "Foram duas etapas de corridas em Atibaia, a primeira teve bastante lama, me diverti e consegui um pódio, em terceiro lugar. A pista secou bastante na etapa deste domingo, ficou mais rápida, e precisei colocar um ritmo mais forte. Levei algumas quedas, já que não estava muito habituado àquele clima todo, mas o balanço geral foi muito bom. Estou inteiro, não atrapalhei ninguém e agora vou me preparar, porque no próximo fim de semana tem mais, no Enduro de Regularidade Ibitipoca Off-Road”, conclui Crivilin.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog