segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Mais um suspeito apontado como mandante de mortes em Caucaia é capturado

Mais um integrante de um grupo criminoso investigado pelas mortes de cinco pessoas no distrito de Boqueirão das Araras, em Caucaia, foi capturado. Trata-se de Diones Rosa de Carvalho, de 28 anos, conhecido como “Vaqueirim”, com passagens por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa. O suspeito foi capturado na manhã dessa sexta-feira (13), por composições do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi) e da Força Tática do 12º Batalhão, ambas da Polícia Militar do Ceará (PMCE). A prisão do homem aconteceu durante os trabalhos das Forças de Segurança do Estado na Operação Sumé I, coordenada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). “Vaqueirinho” tinha um mandado de prisão preventiva referente ao caso das mortes ocorridas na noite do dia 31 de julho, no distrito de Boqueirão das Araras. Com a prisão dele, agora sobe para sete o número de alvos capturados que foram indiciados pelas mortes. De acordo com as investigações conduzidas pela Delegacia Metropolitana de Caucaia (DMC), “Vaqueirinho” exerce função de chefia e teria partido dele a ordem para execução das vítimas. Outro homem apontado na condição de chefe do grupo criminoso e que também é investigado como mandante das mortes foi preso no último dia 7 deste mês, no bairro Henrique Jorge, em Fortaleza. Domingos Costa Miranda, de 38 anos, foi preso por policiais civis da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). Quatro adultos e um adolescente de 16 anos foram capturados pouco mais de 12 horas após o crime, na manhã do dia 1º de agosto. Uma força-tarefa montada com equipes das Polícias Civil (PC-CE) e Militar do Ceará (PMCE), com apoio da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), foram responsáveis pelas capturas. Os adultos foram identificados como: Antônio Michael da Silva Nogueira, 18 anos; João Pedro de Oliveira Sousa, 21 anos; Raimundo Cleilton Ferreira da Costa, 24 anos; todos sem antecedentes criminais anteriores, além de Leandro Moreira Vitor da Silva, 27 anos, que já respondia por porte ilegal de arma de fogo. “Vaqueirim” foi localizado em um imóvel, no bairro Toco, e foi conduzido até o 23º Distrito Policial (DP), unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), onde a ordem judicial foi cumprida. Ele e os outros adultos presos foram indiciados por cinco homicídios consumados, dois homicídios tentados, porte ilegal de arma de fogo, roubo majorado, associação para o tráfico de drogas, corrupção de menores e por integrar organização criminosa, com aumento de pena pela participação de adolescentes no grupo. As Forças de Segurança seguem com os trabalhos em andamento para capturar outros suspeitos envolvidos na ocorrência. Além do cumprimento de prisão preventiva por homicídio contra “Vaqueirinho”, a primeira edição da Operação Sumé também resultou no cumprimento de outro mandado de prisão, desta vez, pelo crime de estupro de vulnerável. Uma motocicleta roubada também foi encontrada pelos agentes de segurança durante vistorias realizadas no residencial José Lino da Silveira V e VIII. O veículo foi encaminhado ao 18° Distrito Policial (DP) e já foi restituído à vítima. O principal foco da Operação Sumé é investigar e reprimir ameaças a moradores da região, bem como outras práticas criminosas. O trabalho realizado pelas equipes inclui a desobstrução de barreiras irregulares, autuações, cumprimentos de mandados de prisão e de busca e apreensão, fiscalização de indivíduos tornozelados e saturações preventivas. Ainda durante as ofensivas, foram apreendidas uma arma de fogo artesanal de calibre 12, 33 munições, 113 gramas de maconha, 27 gramas de cocaína, cinco pássaros silvestres, duas balanças de precisão, além de outros materiais utilizados na traficância de entorpecentes. Ao todo, foram empregados mais de 400 profissionais de segurança das Polícias Civil e Militar do Ceará, do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), além da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Pelo ar, uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS sobrevoou a região dando apoio às equipes em solo. Diariamente, as Forças de Segurança deflagram ofensivas no município, com atuações da Polícia Civil do Estado do Ceará, que contou com um reforço de policiais civis na Delegacia Metropolitana de Caucaia, e o emprego da Polícia Militar do Ceará (PMCE). Somado a isso, vem ainda o trabalho preventivo promovido pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), por meio do Batalhão de Policiamento de Prevenção Especializada (BPEsp). Só neste ano, houve uma redução de 27,9% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no balanço dos sete primeiros meses em Caucaia, indo de 240 para 173 crimes. A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. As denúncias podem ser encaminhadas ainda para o telefone (85) 3101-3360, da Delegacia Metropolitana de Caucaia (DMC). O sigilo e o anonimato são garantidos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog