segunda-feira, 24 de maio de 2021

Mais dez nomes de foragidos da Justiça são incluídos no Programa de Recompensa do Ceará












O Governo do Ceará incluiu dez novos nomes de foragidos da Justiça no Programa Estadual de Recompensas. A iniciativa foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), na última sexta-feira (14). O intuito da inclusão é estimular a população a contribuir com informações que levem as autoridades cearenses à prisão dos alvos. Os nomes e os valores foram definidos pela Comissão Estadual do Programa. As denúncias devem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Um dos nomes que compõem a lista e segue sendo procurado pelas Forças de Segurança é Antônio Josivan Lopes Silva (30). O homem, que possui passagens por tentativa de latrocínio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, é apontado como autor do homicídio que vitimou o policial civil Aloizio Alves de Lima Amorim (60), no último dia 30 de abril, em Tauá – Área Integrada de Segurança 22 (AIS 22) do Estado. Informações que levem à prisão do suspeito resultarão no pagamento de R$ 10 mil. Outro alvo do programa é condenado há mais de 249 anos de prisão quando tem suas penas de crimes somadas, conforme consulta no Banco Nacional de Monitoramento de Prisões. George Gustavo da Silva (31), conhecido como “Paraguai” ou “Playboy”, possui antecedentes criminais por integrar organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico, lavagem de dinheiro e uso de documento falso. O homem ainda é apontado como um dos responsáveis pelo tráfico internacional de drogas. Conforme levantamentos policiais, “Playboy” era responsável pelo transporte de entorpecentes oriundos de países sul-americanos trazidos para o Ceará. Em território cearense, o material ilícito seria comercializado para países europeus. Evaldo Batista Ferreira (56), conhecido como “Evaldo Coragem”, com passagens por homicídio doloso, latrocínio e roubo, e Marcos Batista Ferreira Mendes (39), conhecido como “Marquim Coragem”, com antecedentes por homicídio e roubo, são considerados pelas autoridades policiais indivíduos de alta periculosidade. De acordo com as investigações, os homens são apontados como integrantes de um coletivo criminoso atuante na cidade de Sobral, na região Norte do Ceará. A recompensa para quem repassar informações que auxiliem na localização da dupla é de R$ 8 mil, para cada suspeito. MAIS - Acumulando 12 passagens pela Polícia no Ceará pelos crimes de homicídio doloso, sequestro e cárcere privado, extorsão, associação criminosa, roubo, roubo de veículos, posse e porte ilegal de arma de fogo, dano e posse de drogas, Antonio Edinaldo Soares de Oliveira (36), conhecido como “Naldo”, é fugitivo do sistema penitenciário desde 2020. O pagamento para informações que levem ao paradeiro do indivíduo será de R$ 7 mil. Com dois mandados de prisão em aberto expedidos pela Justiça cearense, “Mingau”, como é conhecido Gilberto de Oliveira Cazuza (30), já possui antecedentes pelos crimes de homicídio doloso, tráfico de drogas, associação para o tráfico, e posse ou porte ilegal de arma de fogo. Ele é apontado como um indivíduo de alta periculosidade e é procurado também por integrar um grupo criminoso atuante no Vale do Jaguaribe. A recompensa para qualquer informação que leve à localização de Gilberto é de R $7 mil. Suspeitos de integrarem organizações criminosas atuantes nos bairros Siqueira (AIS 2) e Parque Dois Irmãos (AIS 9), Daniel Oliveira da Silva (38), conhecido como “Daniel Trator”, e Francisco Edson Pereira (35), conhecido como “Dragão”, respectivamente, também foram incluídos na lista de recompensas. Os indivíduos possuem passagens pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma de fogo. O pagamento para o recebimento de informações relevantes que levem as autoridades cearenses à prisão da dupla é de R$ 7 mil para cada alvo capturado. Os últimos dois nomes também incluídos no Programa de Recompensa correspondem às pessoas de Benedito de Sousa Vieira (33), conhecido como “Bené”, e Francisco Lopes Justino (38). Os dois indivíduos são fugitivos do sistema penitenciário cearense. Conforme apuração, Francisco Lopes, que possui antecedentes por extorsão mediante sequestro, associação criminosa, tráfico e associação para o tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma de fogo, é apontado por comandar assaltos a bancos no interior do Ceará, além de possuir envolvimento com diversos outros crimes. Já “Bené”, que possui passagens por homicídio doloso e dano, é apontado como o responsável pela fuga de detentos da cadeia pública de Santa Quitéria, unidade prisional da qual também é foragido. Contra ele, há um mandado de prisão em aberto pelos crimes. De todos os alvos incluídos no Programa Estadual de Recompensa, instituído em 2019, seis já foram localizados, sendo uma mulher e cinco homens. Todos os homens foram capturados em outros estados da Federação. As localizações ocorreram no Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Piauí. Já a única mulher incluída na lista e que já está presa foi capturada em Jijoca de Jericoacoara, no litoral cearense. Francisco Cilas de Moura Araújo, o “Mago”: foi preso no dia 7 de julho de 2020, em Teresina (PI), em uma operação deflagrada pela Polícia Civil do Ceará. Alban Darlan Batista Guerra: localizado no dia 31 de julho de 2020, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), após troca de informações entre as Polícias Civis do Ceará e do Rio de Janeiro, sobre o paradeiro do foragido. Morreu em confronto com policiais civis do Rio de Janeiro. Lindemberg Vieira Viana, o “Detento”: preso no dia 13 de novembro de 2020, em Itaitinga (CE), em operação da Polícia Civil do Ceará com apoio da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS e da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) do Ceará. Almerinda Marla Barbosa de Sousa, a “Irmã Ruiva”: presa no dia 20 de novembro de 2020, em Jijoca de Jericoacoara (CE), em uma operação da Polícia Civil do Ceará. Eupídio Fernandes da Rocha, “Abel”: preso no dia 7 de fevereiro de 2021, em uma pousada no bairro Ponta Negra, na cidade de Natal (RN), pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte. Paulo Diego da Silva Araújo, o “Dino”: preso no último dia 9 de maio de 2021, em uma residência na cidade de Salto, em São Paulo, pela Polícia Civil do Ceará. Dino estava com mandado de prisão em aberto e é investigado por integrar uma organização criminosa com atuação no narcotráfico, além de arquitetar ações criminosas contra o patrimônio público e privado no Ceará. Disque 181 - O Disque-Denúncias é o canal disponibilizado para o recebimento de informações que auxiliem os órgãos de segurança pública do Ceará. As ligações são gratuitas e os números telefônicos não ficam registrados no sistema. O sigilo é garantido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog