quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Operação Gioconda da PC-CE resulta em oito prisões na cidade de Horizonte

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) realizou, na manhã desta sexta-feira (24), a Operação Gioconda, uma ofensiva de enfrentamento às organizações criminosas e à prática de homicídios, na cidade de Horizonte, na Área Integrada de Segurança 25 (AIS 25) do Estado. A ação resultou nas prisões de oito suspeitos. A Operação Gioconda é fruto de uma investigação que ocorre desde o ano de 2020, na qual visa combater uma organização criminosa com atuação nos municípios de Quixadá e de Horizonte. As diligências ocorrem em conjunto por meio da Delegacia Metropolitana de Horizonte e da Delegacia Regional de Quixadá. Os alvos dessa operação são investigados por associação criminosa, tráfico de drogas, homicídio, roubo, dentre outros crimes. Na operação desta sexta-feira foram cumpridos mandados de prisão preventiva, por integrar organização criminosa, em desfavor de Gilderlânio da Silva de Freitas, de 20 anos, com passagem por roubo e homicídio; José Alan Ferreira da Silva, 21 anos, com passagens por roubo a pessoa e porte ilegal de arma de fogo; Paulo Enrique Gomes de Sousa, de 25 anos, com três passagens por homicídio doloso, uma por tentativa de homicídio, uma por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, além de antecedentes também por tráfico de drogas e por dano; Suzana Pereira Lima, de 25 anos; Wallace Araújo da Silva, 27 anos; Elisivania Ferreira Modesto, 23 anos; Ianca da Silva Santos, 25 anos; e Elizeuda Martins Gomes, 35 anos. Os capturados foram conduzidos para a Delegacia Metropolitana de Horizonte para os procedimentos cabíveis. Diligências continuam em busca de capturar outros investigados da operação. O nome Operação Gioconda faz menção ao codinome de uma das mulheres alvo das investigações, que é conhecida entre os comparsas como “Monalisa”. O termo “La Gioconda” é o nome em italiano dado à pintura de Mona Lisa, do artista Leonardo da Vinci. Segundo a Delegacia Metropolitana de Horizonte, esse alvo tem uma grande importância na organização criminosa que atua no município, pois a mulher investigada seria responsável pela movimentação do dinheiro e outras ações. Além disso, a Polícia Civil destaca a forte participação de mulheres que fazem parte de uma rede de apoio aos principais alvos da organização que atuam no município. A Polícia Civil explica que a Operação Gioconda é um desdobramento da Operação Carrocinha que atuou em Quixadá (AIS 20), no ano de 2020, cujo objetivo foi desarticular um grupo responsável por negociar drogas em municípios do Sertão Central. A Operação Carrocinha investigou 42 pessoas, quando a grande maioria foi presa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog