quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Polícia Civil do Ceará prende mulher responsável pelo controle financeiro de organização criminosa


Uma operação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), em continuidade às ações de combate às organizações criminosas, pôs fim às férias de uma mulher que era conhecida no mundo do crime como “Majestade”. Francisca Valeska Pereira Monteiro, de 27 anos, foi presa durante uma ação da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da PC-CE, em Gramado, no Rio Grande do Sul (RS). A prisão ocorreu na última quinta-feira (26), quando os policiais civis cearenses percorreram mais de quatro mil quilômetros para capturar a mulher, que estava com mandado de prisão preventiva em aberto no Ceará. Detalhes do trabalho policial foram divulgados, na manhã de hoje (31), em coletiva de imprensa na sede da PC-CE no Centro de Fortaleza.

Valeska, ou “Majestade”, que já responde por roubo, associação criminosa, crime contra a fé pública e tráfico de drogas, é suspeita de ser responsável pelo controle financeiro e pela distribuição de áreas de tráfico de drogas de uma organização criminosa. As investigações apontam que enquanto os membros dos grupos criminosos travavam embate pela disputa territorial, resultando muitas vezes em homicídios, a suspeita aproveitava as férias conhecendo pontos turísticos da cidade de Gramado. Com ela, a Polícia Civil apreendeu um aparelho celular que passará por perícia.
Prisão e apreensão de arma em Itaitinga - Ainda em combate às organizações criminosas, a Draco realizou a prisão de um homem e a apreensão de um adolescente envolvidos no mesmo grupo que “Majestade” integra. Os suspeitos atuavam no município de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. Na quinta-feira (26), os policiais civis apreenderam duas pistolas, sendo uma calibre 380 e outra calibre .40, além de 80 munições. Já nessa segunda-feira (30), os policiais civis prenderam Mateus de Souza Silva (20), além de apreenderem um adolescente. Com eles, foram encontrados dezenas de trouxinhas de maconha, cocaína e crack, além de cinco balanças de precisão, uma quantia de dinheiro em espécie e mais uma arma.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog