quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Preso marginal que matou motorista alternativo durante ‘corrida’ em João Pessoa

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Crimes contra a Pessoa (DCCPES), cumpriu nesta segunda-feira, 9 de agosto, um mandado de prisão preventiva em desfavor de homem de 24 anos de idade, investigado pela morte do motorista alternativo André Andrade da Silva, crime cometido no dia 27 de julho deste ano, no bairro de Mandacaru, em João Pessoa. De acordo com as investigações, o suspeito solicitou uma ‘corrida’ e não conhecia André. Durante o trajeto até o destino indicado, o investigado descobriu que a vítima pertenceria a uma facção criminosa rival e efetuou vários disparos de arma de fogo, ainda dentro do veículo, em frente à estação ferroviária de Mandacaru. “Eles não se conheciam, nunca houve nenhum atrito entre eles. O investigado matou André somente porque, segundo ele, no diálogo entre ambos durante a corrida, eles falaram sobre facções criminosas, e o suspeito acabou por considerar o motorista um inimigo”, disse a delegada Luisa Nascimento. O suspeito já estava preso desde o dia 03 de julho, pela prática de outros crimes. Como a DCCPES já estava apurando a morte de André, a investigação chegou ao nome desse investigado. A justiça expediu o mandado de prisão em seu desfavor, e os policiais deram o cumprimento nessa segunda-feira. Toda a narrativa do assassinato de André – inclusive a motivação – foi relatada pelo investigado durante seu interrogatório na delegacia. “O crime está elucidado e o Inquérito Policial já foi concluído e remetido ao Poder Judiciário”, concluiu a delegada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog