segunda-feira, 19 de julho de 2021

“TOCA!”: festival virtual de música apresenta videocasts e podcast

Tiganá Santana, Josyara, Hiran, Yan Cloud, Jadsa, Vírus, Neila Kadhí, Ian Lasserre, Fatel, Mirceia Jordana, Juli e Andrezza Santos compõem o grupo de 12 artistas da grade do “TOCA!” em sua versão como festival virtual. Durante quatro dias, de 22 a 25 de julho, o projeto exibe, em cada data, três videocasts chamados de “TOCA! na Mão” no seu canal de YouTube (www.youtube.com/tocasalvador), com lançamento às 18h, além de um episódio do podcast “TOCA! na Escuta” nas plataformas de streaming, publicado diariamente às 9h da manhã. Com o propósito de ser um ambiente de promoção da música autoral contemporânea brasileira, o “TOCA!” foi criado em 2018 e realizou, no Pátio do Goethe-Institut Salvador, 19 edições com shows de artistas da Bahia e do Brasil em dois anos. Já em 2020, o “TOCA!” se reinventou diante do contexto da pandemia da Covid-19, lançando o seu formato audiovisual, o “TOCA! na Mão”: uma produção em videocast, com direção de Larissa Lacerda, que mistura shows com entrevistas. Os materiais já lançados somam quase 5 mil visualizações. Agora em 2021, o “TOCA!” propõe sua continuidade digital organizado como festival. Focando na Bahia, a curadoria desta edição marca a diversidade e a representatividade da nova música do estado. Além de oito artistas convidados, uma convocatória realizada em fevereiro atraiu a candidatura de 64 representantes da cena musical produzida no interior, tendo contemplado quatro artistas: Fatel, Mirceia Jordana, Juli e Andrezza Santos. Completando a programação, será lançado o podcast “TOCA! na Escuta”, que discutirá a produção cultural no campo da música, com participação de profissionais de reconhecida atuação na área. Nos quatro episódios desta temporada de estreia, com curadoria e produção dos produtores culturais Raína Biriba e Ismael Fagundes, o olhar estará na inovação e na sustentabilidade em diferentes eixos do ecossistema musical – criação, produção, difusão e consumo – e suas atuais transmutações a partir da consolidação do digital enquanto principal ambiente de conexões entre artistas e públicos. Assim, o propósito do “TOCA!” se mantém ativo: propiciar o encontro entre a nova música autoral do Brasil e seus públicos, estimulando o cenário musical independente, como uma plataforma contínua de desenvolvimento da música na Bahia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog