quarta-feira, 2 de junho de 2021

PRODUTORES DE CAFÉ NO SUL DO ESTADO SÃO FLAGRADOS COM LIGAÇÕES CLANDESTINAS DE ENERGIA

Em mais uma operação de combate ao furto de energia, os técnicos da Coelba identificaram irregularidades em ligações de fazendas produtoras de café no Sul e Extremo Sul da Bahia. As fiscalizações foram realizadas nos municípios de Eunápolis, Guaratinga, Itamaraju, Prado e Alcobaça. Após a colheita, o café precisa ser secado e torrado em máquinas apropriadas. As ligações irregulares foram encontradas nas ligações dessas máquinas, onde eram feitos desvios de medição para manipular o consumo real de energia. A energia recuperada na ação é suficiente para abastecer cerca de 6.000 residências durante um mês.  Em 2021, já foram realizadas mais de 6 mil fiscalizações no Sul do Estado e recuperados 19,4 milhões de quilowatt-hora (kWh). O volume é suficiente para abastecer 160 mil residências ou o município de Teixeira de Freitas durante um mês. O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode alcançar até oito anos de reclusão. Além de representar riscos de acidentes graves à população, a energia furtada também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog