sábado, 12 de junho de 2021

JUSTIÇA NEGA INDENIZAÇÃO AO FILHO DE BOLSONARO POR COLEGA TER CHAMADO O PRESIDENTE DE QUADRILHEIRO

Mais uma vez o deputado Eduardo que carrega o sobrenome do pai presidente tomou as dores do chefe do clã e tentou arrancar na justiça indenização do colega deputado federal Kim Kataguiri, antigo aliado, por ter xingado o gestor de "vagabundo" e "quadrilheiro" na tribuna e repetindo em suas redes sociais. Eduardo alegou que sofreu ofensa e falsas denúncias. A confusão foi acompanhada por milhões de seguidores de ambos nas redes sociais. Inconformado o filho do presidente tentou uma liminar para impedir futuros "ataques à honra" do clã Bolsonaro, mas a justiça negou também. Segundo Kim, as supostas ofensas são apenas fatos já divulgados na imprensa e direcionadas ao público. Portanto não tem ilegalidade e não pode ser censurado, além disso, o deputado possui imunidade parlamentar prevista no art. 53 da Constituição Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog