quinta-feira, 3 de junho de 2021

Batalhão de Polícia Ambiental entra em alerta para atender chamados de resgates de animais a partir deste mês

Os meses de junho, julho e agosto são os que mais aparecem animais no ambiente urbano e para atender rapidamente aos chamados, o Batalhão de Polícia Ambiental entrou na fase de alerta, desde essa terça-feira (1º). No ano passado, o trimestre – que é um dos mais chuvosos do ano – registrou 1.605 resgates, sendo a maioria de répteis de sangue frio (chamados assim porque são animais que não são capazes de regular a temperatura de próprio corpo), a exemplo de cobras e jacarés. Nessa terça-feira, as equipes resgataram duas cobras, sendo uma em Bayeux e outra em João Pessoa, das espécies Jiboia e Salamanta. Houve ainda o resgate de um Tamanduá, que apareceu na praia de Areia Dourada, em Cabedelo. Os três animais foram devolvidos à natureza no fim da manhã desta quarta-feira (2). Orientações – O BPAmb está atuando nesta semana do meio ambiente para reforçar as recomendações à população, sobre o que fazer caso se depare com algum desses animais. Os policiais lembram que quem tentar matar os animais, além do risco que passa, pode responder por crime previsto do artigo 29 da lei Nº 9.605/1998, cuja pena é de detenção de seis meses a um ano e multa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog