segunda-feira, 17 de maio de 2021

Prova em Santa Catarina abre a temporada 2021 do Brasileiro de Enduro


Itapema (SC) – O Campeonato Brasileiro de Enduro abriu a temporada 2021 em grande estilo, após dois dias de disputas na cidade de Itapema, em Santa Catarina. O evento terminou neste domingo (16/5) e reuniu os principais pilotos do país, além de veteranos, categorias femininas e a nova geração do esporte, respeitando os protocolos de prevenção ao coronavírus. A prova inicial teve como base o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) e contou com 217 pilotos inscritos. De acordo com Maurício Brandão, promotor da competição, o evento conquistou grande sucesso. “Foi um ótimo recomeço, digno de Campeonato Brasileiro. Deu tudo certo, foi perfeito, o clima ajudou e a participação dos pilotos e equipes foi fantástica. Apesar do período difícil por qual estamos passando, com os desafios adicionais relacionados à pandemia, cumprimos todos os protocolos e objetivos do evento.” Com três trechos cronometrados (especiais), o percurso da prova teve aproximadamente 42 quilômetros, sendo que os pilotos completaram três voltas por dia no circuito. “A parte técnica foi outro grande sucesso, muito bem planejada e preparada. Tivemos grande adesão de pilotos, com mais de 200 competidores, incluindo número expressivo nas categorias infantis, o que garante o futuro da modalidade”, pontua Brandão, agradecendo o apoio recebido. “O clube Itapema Off-Road e a Prefeitura da cidade, bem como os patrocinadores e parceiros do campeonato, foram fundamentais para a realização da prova e nos deram todo o respaldo possível.” A segunda prova do Campeonato Brasileiro, também em rodada dupla, está marcada para os dias 12 e 13 de junho em Patrocínio (MG). “O calendário futuro está alinhado, mas vale lembrar que a realização da prova depende da situação local com relação ao coronavírus”, conclui Brandão. O Campeonato Brasileiro de Enduro 2021 é patrocinado por Honda, copatrocinado por TM Racing, DYVA e KTM e tem o apoio de Motorex, Edgers, Tech Ride, Airoh Helmet, MR Pro Braces, Borilli Racing, Race Tech, Parts 57, Sig Visual, BMP, BMS Racing, Soul MX Trilha, America Sports, Motofire, Dica, MCorse, Bamba Racing, Freeride Spirit, Jeri Adventure Ride, AdvenTour Brasil, Brasil Moto Tour, Café 3Z e Federação dos Cafeicultores do Cerrado. A prova de abertura conta com o apoio de Prefeitura de Itapema, Pro Tork, Itapema Off-Road, FC Moto e Cervejaria Mühl Bier. 
Vencedores – A prova de abertura movimentou as trilhas de Itapema com pilotos divididos 18 categorias. Confira os resultados de cada uma delas e o que disseram alguns dos pilotos vencedores:
Bruno Crivilin (equipe Honda Racing, vencedor da E1) – “Estou muito feliz por ter ganhado os dois dias de disputas e começar na liderança do Brasileiro. A prova foi bem legal, no fim as especiais ficaram bem esburacadas, parecidas com os terrenos da Europa. Estou bem preparado, o Campeonato Mundial começa no mês que vem e estou ansioso por isso. Agora é voltar para a Europa, continuar os treinos e vamos para cima”.
Vinícius Calafati (equipe Honda Racing, vencedor da E2) – “Foi um bom início, a gente fica um pouco tenso na primeira prova do ano, mas deu para tirar essa ansiedade. Fiz uma boa prova e consegui vitória na categoria, a estreia com a moto nova foi ótima. Vamos para a próxima”.
Lucas Dunka (vencedor da E3) – “A experiência foi muito boa, primeira vez que competi no enduro. Gostei da minha estreia e do profissionalismo dos organizadores, o evento é muito bem organizado, isso é importantíssimo para o esporte. Estou bem feliz por ter vencido, não esperava”.
Patrick Capila (equipe O2BH MXF, vencedor da EJ) – “Equipe nova, moto nova, tudo novo! A moto mostrou a sua qualidade nas trilhas e eu andei muito bem com ela. Tive que me superar, já que levei um tombo forte, mas consegui me recuperar e ir para a briga. Estou bastante feliz com a vitória, todos da equipe trabalharam muito trabalho bem”.
Flávio Volpi (equipe Lekker, vencedor da E4) – “Foi uma prova tradicional de Itapema, bem difícil. Choveu pouco dessa vez, mas as especiais estavam bem técnicas. Consegui vencer os dois dias, o que me ajudou muito a começar o campeonato com o pé direito. Vamos seguir firme”.
Gustavo Pellin (equipe Timeline Racing, vencedor da E35) – “A prova foi bem divertida, as especiais ficaram esburacadas e eu estava sem ritmo de prova, mas consegui ir bem no sábado. No domingo, cometi um erro e tive que correr atrás para recuperar. No final deu tudo certo, me diverti e não me machuquei”.
Estevão Rangel (vencedor da Cadete) – “Foi muito legal, estava muito liso, mas uma pista bem legal, o resultado foi bom, gostei muito”.
Bárbara Neves (equipe Honda Racing, vencedora da EF) – “Estou muito feliz em estar na abertura do Campeonato Brasileiro comemorando o meu aniversário junto com a equipe Honda Racing e fazendo o que eu mais gosto, que é andar de moto. A prova foi incrível e o resultado também foi muito bom”.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog