quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

EDITORIAL - Piscina para urubu no Cond. São José em Itabuna

Uma visão horrenda todas as manhãs no Conjunto Habitacional São José em Itabuna tem deixado estômagos revirados de moradores e pessoas que se arriscam a entrar na comunidade. "O cheiro é tão forte que arde até os olhos", relata uma moradora. O cenário deprimente pode ser conferido na Ruas J, onde um bueiro estourado derrama chorume com fezes pelas ruas adjacentes levando em seu trajeto muitos insetos, ratos e urubus que se deliciam em seus banhos matinais. Já na Rua I pode-se constatar uma boca de lobo que faz das ruas próximas verdadeiros rios de lama, o problema já é parte do cotidiano dos moradores do local onde a infraestrutura foi mal planejada pela construtora do conjunto habitacional subsidiada pela Caixa através do programa Minha Casa Minha Vida e não comporta a quantidade de água e esgoto pelas canalizações precárias e de péssima qualidade. É comum também na localidade onde existem apenas 900 apartamentos dezenas de bueiros sem tampa e inundações mesmo com pouca chuva.
Enquanto um problema simples não é resolvido, vereadores oportunistas já prometem asfalto e benefícios na comunidade e já divulgam fotos sorridentes nos grupos de Whatsapp e demais redes sociais com intuito de lograr o povo e ganhar a simpatia dos eleitores. Mas a pergunta que não quer calar é esta: Se não conseguem desentupir um bueiro, como já prometem asfalto e até obras e serviços na localidade? Ou o povo é besta ou os políticos estão fazendo apenas aquilo que lhes são mais peculiares: mentir e enganar. Obviamente a segunda opção é a verdadeira neste questionamento.
Após diversas reclamações protocoladas na EMASA, em novembro do ano passado, uma equipe apareceu na rua J no, final de dezembro, mexeu na tubulação e o resultado foi uma piora no problema, inusitadamente, a quantidade de esgoto aumentou e ainda deixaram o bueiro destampado. A equipe simplesmente desapareceu após deixar os moradores esperançosos com a promessa que retornariam no dia seguinte, mas chegando os primeiros dias de 2021 a bagunça deixada continua prejudicando as pessoas, em especial as crianças e idosos que já sofrem com a pandemia do Covid-19 que assola Itabuna e a dengue que já aterroriza neste verão. Marcos Mauricio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog