terça-feira, 3 de novembro de 2020

Reunião define últimos ajustes para esquema de policiamento durante as Eleições 2020

Faltando pouco menos de duas semanas para as Eleições 2020, a Polícia Militar da Paraíba realiza os últimos ajustes para o emprego do efetivo em mais uma edição da Operação Voto Seguro. O objetivo da ação é garantir a segurança dos eleitores no exercício do direito ao voto, bem como combater os crimes eleitorais. Os ajustes foram debatidos em uma reunião, na tarde desta terça-feira (03), entre o comandante-geral da PM, coronel Euller Chaves, com o Estado-Maior Estratégico da corporação, Comandantes Regionais, Corregedoria, Diretores e chefes da PMPB (foto acima). Os números do emprego de policiais nas zonas e seções eleitorais ainda será fechado, mas toda a corporação estará disponível para fortalecer a segurança pública desde os dias que antecedem o pleito. “Assim como temos realizado em todos os pleitos anteriores, a Operação Voto Seguro é mais um momento em que a Polícia Militar da Paraíba será partícipe dos processos democráticos e do fortalecimento do exercício dos direitos, em mais uma eleição. Todos os comandantes e comandados já estão orientados e cientes do momento que se aproxima, tendo como um grande parceiro das forças de segurança o Tribunal Regional Eleitoral”, disse o coronel Euller. A reunião, que aconteceu nesta terça, foi realizada no Comando Geral da corporação, e contou com a participação de oficiais comandantes de todo o estado, por meio de videoconferência (foto abaixo). Nos dias que antecedem o pleito, a PM deverá intensificar o reforço nas cidades em que as eleições têm a disputa mais acirrada. Oficiais da instituição também deverão ser o elo entre o TRE e o policiamento desenvolvido nos locais de votação. Prevenção – A corporação também está desenvolvendo trabalho preventivo com a tropa, em relação a Covid-19. Os policiais que irão trabalhar durante o pleito receberão, logo no embarque para a Operação Voto Seguro, kits com máscaras, luvas e álcool em gel para prevenir a disseminação do coronavirus. A PM também disponibilizou canais de consultas on-line, atendendo e orientando policiais de todo o estado através da telemedicina, e afastando do serviço aqueles que estão inseridos no grupo de risco. No período das eleições, a Diretoria de Saúde e Assistência Social (DSAS) deverá contar com um plantão especial para orientar policiais que possam apresentar sintomas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog