domingo, 1 de novembro de 2020

Polícia Civil inicia campanha para arrecadar brinquedos e beneficiar crianças vítimas de violência na PB

APolícia Civil da Paraíba inicia nesta terça-feira (13) uma campanha para arrecadação de doações de brinquedos novos ou usados. A ação social ocorrerá até o dia 30 deste mês e terá o objetivo de abastecer o estoque de brinquedotecas instaladas em delegacias e unidades do Instituto de Polícia Científica (IPC) e beneficiar crianças vítimas de violência. Vinte pontos se arrecadação foram montados nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Cajazeiras e Sousa. Na Capital, a população pode entregar os donativos nas Delegacias de Atendimento à Mulher, na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra Infância e Juventude, na Central de Polícia Civil e no Instituto de Polícia Científica da Paraíba. Nas demais regiões do Estado, os postos de atendimento serão nas Delegacias de Atendimento à Mulher e unidades do IPC. A campanha é uma iniciativa da Delegacia Geral da Polícia Civil da Paraíba. Segundo a delegada geral adjunta da corporação, Cassandra Duarte, a campanha vai beneficiar crianças que são assistidas pelas chamadas "brinquedotecas" instaladas pela Polícia Civil. São espaços lúdicos e criados para a recreação e entretenimento das crianças. Possuem decoração, brinquedos, mobiliários e outros acessórios que proporcionam momentos de diversão infantil. Na Paraíba, há “brinquedotecas” em delegacias que atuam na proteção de mulheres, crianças e adolescentes. Além disso, unidades do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) que fazem parte da estrutura do IPC também dispõem do serviço. Segundo a perita e chefe do Numol de João Pessoa, Cristiane Freire, a “brinquedoteca” ajuda a reduzir os possíveis traumas e sofrimento causados à criança. "Essas crianças são trazidas à delegacia após serem vítimas de violência ou por serem filhas de mulheres que sofreram violência. São crianças que chegam cansadas, estressadas, chorando e encontram um alívio com os brinquedos", observa Cristiane. A perita afirma que o brinquedo ajuda a entreter a criança e a reduzir a carga de estresse e traumas que a violência causa.
"Muitas dessas crianças não têm brinquedos em casa e ficam de olhos brilhando quando entram na brinquedoteca. Algumas pedem para levar os brinquedos para casa e a gente permite. Por isso, precisamos sempre de doações", declarou.
A delegada Joana Darque Sampaio atua na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra Infância e Juventude de João Pessoa. A unidade também dispõe de um espaço para crianças. A policial acrescenta que a “brinquedoteca” ajuda na superação da violência. "Os brinquedos amenizam a dor, o sofrimento e fazem com que as crianças se divirtam e fiquem felizes, mesmo estando dentro de uma delegacia. Muitas vezes, estão envolvidas em situações graves de violências, mas os brinquedos ajudam a suavizar essa dor ", observa a delegada. As empresas e pessoas físicas que quiserem participar da campanha podem fazer doações de brinquedos novos ou usados em qualquer delegacia de Polícia Civil ou unidade do IPC na Paraíba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog