quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Polícia de SP nega que assassino do ator Rafael Miguel tenha sido preso

O delegado-geral de Polícia de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, voltou atrás e disse que a Polícia Militar do Paraná se confundiu ao anunciar que Paulo Cupertino, assassino do ator Rafael Miguel e dos pais dele, foi preso. A informação foi divulgada pelas autoridades paranaenses e pelo próprio Fontes mais cedo. Cupertino teria sido preso no norte paranaense durante uma blitz, de acordo com a PM do Paraná. Na última segunda-feira (26), a Polícia Civil descobriu que Cupertino fez uma identidade com uma certidão de nascimento falsa em Jataizinho, no norte do Paraná. Segundo as autoridades, ele estava usando nome falso de "Manoel Machado da Silva" como um disfarce para se esconder. No dia que fez o pedido de nova identidade, o acusado usou um endereço de Ibiporã, cidade que fica a 8 quilômetros de distância de Jataizinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog