sábado, 3 de outubro de 2020

Mudança de hábitos traz resultados para a pecuária leiteira



O Balde Cheio em Rede tem ajudado a mudar hábitos em propriedades que se dedicam à pecuária leiteira no Tocantins e no Sul do Pará. Esse é um projeto de transferência de tecnologia que, em vários estados brasileiros, vem mostrando que os produtores podem ter mais ganhos em sua atividade. Não é diferente nas duas regiões citadas, onde quem coordena o projeto é Cláudio Barbosa, zootecnista da Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas-TO).
O projeto é baseado na capacitação periódica de técnicos de campo que colocam em prática o conhecimento teórico nas chamadas Unidades Demonstrativas (UDs), que são propriedades rurais que adotam tecnologias indicadas para suas realidades. O Balde Cheio, além de trabalhar com tecnologias que visam a maior e melhor produção leiteira, foca na gestão da propriedade; tudo isso acaba mostrando aos produtores a viabilidade técnica e financeira da pecuária de leite.
Hoje, são nove técnicos participantes do projeto no Tocantins, sendo quatro do Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins), dois da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural de Palmas (Seder), outros dois do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (Senar Tocantins) e um de consultoria privada. Ao todo, eles coordenam oito UDs e fazem assistência em mais cinco propriedades. Já no Sul paraense, são dois técnicos da iniciativa privada que coordenam duas Unidades Demonstrativas e prestam assistência a outras duas propriedades.
Nos dias 31 de agosto e 11 de setembro, os técnicos do projeto no Tocantins e no Sul do Pará mostraram os resultados do trabalho no campo. Em reuniões virtuais, com bastante troca de experiência, eles falaram das respectivas Unidades Demonstrativas em que estão colocando em prática o conhecimento adquirido nas capacitações e também nas conversas diretamente com a coordenação do Balde Cheio em Rede. Participaram das reuniões, além dos técnicos, o coordenador regional Cláudio Barbosa, o coordenador nacional André Novo, o instrutor Junior Colombo (responsável pela capacitação dos técnicos) e Artur Chinelato, pesquisador da Embrapa Pecuária Sudeste que está à frente do projeto há mais de 20 anos.
Release publicado em https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/55736936/mudanca-de-habitos-traz-resultados-para-a-pecuaria-leiteira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog