quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Tenho orgulho de ser brasileiro, mas tem algo que me mata de vergonha

Frequentemente com a conivência do Presidente Jair Bolsonaro, criminosos estão destruindo grandes extensões da nossa preciosa Amazônia -- e as lideranças indígenas que tentam impedi-los estão sendo assassinadas!
Temos que acabar com essa insanidade. E podemos.
O Presidente Bolsonaro e o Ministro da Economia Paulo Guedes estão desesperados para fechar um acordo comercial de bilhões de Euros com a União Europeia. Mas com a floresta em chamas, os líderes europeus estão pensando em incluir algumas cláusulas de última hora para garantir que o acordo comercial inclua a proteção da Amazônia.
Isso forçaria nosso governo e os principais atores do agronegócio a tomarem medidas contra a destruição da floresta, se quiserem manter o comércio com algumas das maiores economias do mundo. Não vamos deixar a Amazônia em chamas por lucros – adicione seu nome para pedir que a Europa imponha essas medidas, e, quando a petição crescer, levaremos as vozes dos brasileiros e brasileiras que estão lutando pela Amazônia aos tomadores de decisão europeus e à imprensa:
Diga à UE: não há acordo sem proteção à Amazônia
A negligência do nosso governo pode prejudicar nossa economia e nosso futuro de maneiras inimagináveis. Tudo isso para transformar a Amazônia em mercadorias a serem exportadas. Enquanto isso, milhões de produtores e agricultores, que trabalham duro, respeitando as regras e protegendo o meio ambiente, frequentemente levam a culpa pelos atos de alguns criminosos. Não ganharemos nada se a situação não mudar.
Grandes investidores e fundos de pensão já estão ameaçando retirar bilhões do Brasil se não houver ações concretas para acabar com a destruição da Amazônia. Até mesmo banqueiros, grandes empresas e ex-Ministros da Economia brasileiros estão fazendo apelos pela defesa da floresta amazônica.
Bolsonaro está de olho no acordo comercial. Nosso Presidente precisa ouvir uma mensagem simples da Europa: não há acordo sem proteção à Amazônia. Não queremos lucros que levem à destruição da nossa preciosa Amazônia - e a pressão europeia pode ajudar!

Estudos recentes confirmam que a União Europeia é parte do problema - grandes quantidades da soja e da carne importada do Brasil podem estar vindo de terras que foram desmatadas ilegalmente. Mas agora a Europa pode - e deve - ser parte da solução.

Alemanha, França, Holanda e Bélgica já manifestaram preocupações relacionadas à destruição da Amazônia no Brasil. Vamos mostrar que estes países têm apoio popular para suspender o acordo, se necessário – adicione seu nome enquanto ainda há tempo.

Diga à UE: não há acordo sem proteção à Amazônia


Tenho muito orgulho da comunidade brasileira da Avaaz e como, junto com membros de outros países, estamos lutando para defender a Amazônia. Recentemente, nos unimos mais uma vez para fornecer comida e produtos de saúde para as comunidades indígenas que estão na linha de frente e afetadas pela COVID-19, os incêndios e toda a destruição. Não vamos desistir! A Amazônia e seus povos precisam de nós mais do que nunca.

Com esperança e determinação,

Diego, Laura, Luis, Patri, Spyro, Ana Sofia, Aloys e toda a equipe da Avaaz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog