segunda-feira, 28 de setembro de 2020

PMCE encerra vaquejada com aglomeração de cerca de seiscentas pessoas em Catunda-CE

Uma composição da 3ª Companhia do 7º Batalhão da Polícia Militar do Ceará (PMCE), por volta das 23h20min do último sábado, 26, atendeu uma ocorrência de aglomeração de pessoas que estavam em uma vaquejada, em Catunda-CE. No local, a PMCE encerrou o evento e conduziu o responsável à unidade policial, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência contra o mesmo.
A ação ocorreu durante patrulhamento de rotina na sede do município, momento em que os policiais militares se depararam com um movimento intenso de veículos saindo de Catunda em direção ao Distrito de Paraíso. No momento da abordagem a alguns desses carros, os agentes de segurança pública tomaram ciência de que estava acontecendo um evento no distrito de Paraíso denominado “Vaquejada Ninho do Urubu”.
Como o Decreto Estadual do dia 20 de setembro referente ao isolamento social no combate ao Covid-19 prevê que, na Região a qual Catunda pertence, os eventos só podem ser realizados para no máximo 100 pessoas e até as 23h, a composição solicitou apoio de outra viatura e se dirigiram ao local da vaquejada.
Quando o policiamento chegou até o local, ficou constatado que havia além do permitido. Um levantamento parcial apontou aproximadamente seiscentas pessoas aglomeradas, fazendo o uso de bebida alcóolica, e que ali havia também “paredões” de som.
No local, os policiais militares identificaram o organizador da vaquejada, que, ao ser indagado, respondeu que estava realizando o evento apesar de não ter alvará de funcionamento e de não ter informado a nenhuma autoridade sobre a realização da festa. Além disso, chegou a dizer que sabia da proibição pelo Decreto Estadual sobre a aglomeração de pessoas, no entanto afirmou que a vaquejada iria se estender até as 08h de ontem, 27.
Diante dos fatos, a composição policial encerrou o evento e conduziu o responsável pelo evento a unidade policial, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) em desfavor dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog