sábado, 8 de agosto de 2020

Morre Dom Pedro Casaldáliga, bispo que enfrentou latifundiários na Amazônia

Morreu na manhã deste sábado (8), Dom Pedro Casaldáliga Plá, Bispo Emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia (MT) e Missionário Claretiano, aos 92 anos. A Prelazia de São Félix do Araguaia, a Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria e a Ordem de Santo Agostinho confirmaram a morte do religioso por embolia pulmonar. Ele estava internado na UTI da Santa Casa de Batatais, no interior de São Paulo.
Casaldáliga nasceu na Espanha, em 1928, e chegou ao Brasil em 1968, durante a ditadura militar. Se tornou bispo em 1971, quando lançou a Carta Pastoral "Uma Igreja da Amazônia em conflito com o latifúndio e a marginalização social", denunciando grandes proprietários de terra. O texto ficou conhecido no Brasil e internacionalmente, marcando o missionário como porta-voz de índios e agricultores.
Ele foi um dos fundadores do Conselho Indigenista Missionário e da Comissão Pastoral da Terra, que atua até o dias de hoje na defesa de indígenas, comunidades tradicionais e trabalhadores do campo.
O velório do bispo será neste sábado, às 15 horas, na capela do Clareitiano, em Batatais (SP), e será transmitido pela internet. O corpo deverá chegar no dia 10 de agosto a Mato Grosso, onde será velado no Santuário dos Mártires, em Ribeirão Cascalheira. Depois, o corpo de Dom Pedro, será encaminhado para a cidade de São Félix do Aráguaia onde também será velado, e depois, sepultado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog