sábado, 22 de agosto de 2020

Crédito para empreendedores de 11 cidades do RN chega a quase R$ 1 mi em 4 dias

Empreendedores de 11 cidades do Rio Grande do Norte foram beneficiados com um investimento próximo de R$ 1 milhão através de crédito em condições diferenciadas. Os recursos liberados pela Agência de Fomento do RN (AGN-RN) serão aplicados em capital de giro, compra de mercadorias, equipamentos e até mesmo ampliação do seu empreendimento pelos proprietários de negócios e prestadores de serviços beneficiados pelo programa do Governo do Estado de apoio ao empreendedor.
A caravana do crédito começou a nova leva de assinatura de contratos e liberação dos financiamentos ainda na terça-feira (18), em Porto do Mangue, e encerrou a etapa nesta sexta-feira (21), com passagem por Mossoró e Lajes, dois últimos destinos desta semana, e que totalizaram o apoio a 255 empreendedores e um montante injetado na economia da região no valor de R$ 948,1 mil.
Em Mossoró, a equipe do Microcrédito reencontrou o jovem Gleyre Bezerra, que buscou o financiamento para investir em seu empreendimento. Comerciante de perfumes e cosméticos na cidade, viu no crédito disponibilizado pela AGN uma oportunidade de retomada para seu negócio que tem sofrido em razão da pandemia provocada pelo Covid-19.
"Para gente, é uma iniciativa muito boa porque é um financiamento que vem sem juros para quem paga em dia. Uma ajuda muito boa para o comércio, para o empreendedor em meio à pandemia, um auxílio para trazer novos produtos, novos serviços e novas oportunidades para apresentar ao cliente", afirmou o jovem empreendedor.
Mas não foi apenas Gleyre, da cidade mossoroense, quem aproveitou as condições especiais de juros bonificados a partir do pagamento em dia das parcelas do financiamento. Empreendedores das cidades de Campo Grande, Upanema, Janduís, Alexandria, Pau dos Ferros, São Francisco do Oeste, Severiano Melo e Rodolfo Fernandes também buscaram o apoio da Agência de Fomento para amparar seu negócio.
A diretora-presidente da Agência de Fomento, Márcia Maia, destacou o esforço realizado pelos colaboradores da instituição para intensificar ainda mais o trabalho para garantir neste momento em que os empreendedores precisam, alternativas de crédito adequadas às necessidades e de forma acessível para permitir que os impactos sobre os empreendimentos possam ser minimizados.
"Fizemos 11 cidades em apenas quatro dias, numa verdadeira maratona de defesa da economia através dos microempreendedores formais e informais do nosso estado. Estamos alinhados o esforço do Governo do Estado em proteger empregos, manter a renda e preservar as vidas do norte-riograndenses sob menor impacto possível, mesmo diante dessa crise global criada pelo coronovírus. Por isso, todos temos nos desdobrado nesse propósito e as histórias que temos ouvido de como o crédito tem ajudado, comprovam e reforçam a importância do programa", concluiu a diretora presidente.

Parceria em Mossoró
Ainda nesta sexta-feira (21) foi dado o pontapé inicial na parceria entre a Agência de Fomento do RN (AGN-RN) e a Associação Comercial e Industrial de Mossoró (ACIM) com a assinatura dos primeiros contratos de financiamento fruto da ação conjunta entre as duas instituições. A expectativa é que a partir da parceria e o atendimento realizado diretamente na cidade, mais empreendedores poderão conhecer e ter acesso aos financiamentos.
A ACIM atuará como correspondente da AGN para tirar dúvidas, receber documentos e encaminhar para sede da Agência de Fomento, em Natal, as informações necessárias à solicitação de concessão de crédito. A entidade está localizada no Centro, na Rua Santos Dumont, 228, em Mossoró, com funcionamento de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Para informações junto a ACIM, o telefone é o 84 3316-1018.

Microcrédito
O programa Microcrédito do Empreendedor Potiguar é uma ferramenta de estímulo a implantação de novos negócios e para promoção do crescimento sustentável dos empreendimentos e empreendedores do estado. Os financiamentos realizados através do Microcrédito são direcionados a microempreendedores e pequenos empreendedores, sejam eles formais ou informais, dos mais diversos segmentos da economia potiguar. Os prazos para pagamento variam de acordo com a atividade produtiva e a natureza física ou jurídica do contratante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog