sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Conheça humoristas cubanos que Marcelo Tas ignora

Cezar Xavier - Cuba é um país com uma longa tradição de humoristas, justamente pela sua característica de rir de tudo, inclusive da própria situação. Um cubano sempre vem acompanhado de senso de humor, mas há quem literalmente se dedique a gerar sorrisos.
Os humoristas cubanos são queridos na televisão do país e se tornaram ícones para seu povo. Alguns construíram personagens que revelam a alma cubana, modesta e solidária, alegre e lutadora. Senso de humor é um claro sinal de inteligência, e há poucos povos mais educados e inteligentes que o cubano.
Apesar disso, o apresentador brasileiro Marcelo Tas emparedou seu colega Marcelo Adnet, durante entrevista no Roda Viva, desta segunda (17), perguntando como ele poderia ser um comediante de esquerda se em países comunistas como Cuba e China humoristas são proibidos. Disse isso, insinuando que, nestes países, o Partido controla a produção de humor e a alegria do povo, sem lembrar que, ele mesmo, como Ernesto Varela, foi a Cuba e fez críticas ao regime em público, ouvindo de tudo nas ruas.
Depois, já em dúvida, pediu para indicarem humoristas cubanos, enfatizando “que façam críticas ao regime”. Novamente, esquece que Gustavo Mendes, que imita a ex-presidenta Dilma Rousseff, criticou o presidente Bolsonaro e teve que responder judicialmente por isso. Ou vários outros humoristas que são condenados como Rafinha Bastos e Danilo Gentili por extrapolarem os limites do humor. Outros sofrem linchamento virtual e até assédio público.

Em Cuba também se faz comédia… E o país está cheio de comediantes que também cresceram na TV, no stand-up ou até nas redes sociais. Há comediantes amadores youtubers, como no Brasil, e até comediantes de humor menos elaborado, ou baixaria mesmo, destes que se vê no Programa Sílvio Santos, pra todos os gostos. Abaixo uma lista de apenas alguns poucos:

Cubanos e queridos até em Miami

Luis Daniel Silva (Pánfilo)
Pois os comediantes da televisão cubana são queridos até em Miami, como revela o site Te Amo Cuba, que critica sistematicamente o regime socialista da Ilha.

Luis Silva é o comediante, ator e apresentador, criador do querido personagem de Pánfilo, que atua no programa humorístico “Vivir del Cuento”, o mais popular da televisão cubana há alguns anos. A revista americana chega a dizer que ele faz críticas sutis ao regime em plena televisão estatal. “Muitos têm vindo a classificar esta comédia como o verdadeiro telejornal nacional, visto que revela e questiona, por vezes de forma sutil, a realidade da Ilha, sujeita a reformas e mudanças que ainda não satisfazem o cidadão comum”, dizem os cubanos de Miami numa clara demonstração da liberdade de expressão em vigor no país socialista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog