sábado, 8 de agosto de 2020

CASAL ADOTA CRIANÇA E MÃE BIOLÓGICA CONCORDA EM CEDER GÊMEA PARA CONVIVER COM A NOVA FAMÍLIA

FAMÍLIA COMPLETA
Duas irmãs gêmeas que foram separadas na maternidade foram unidas novamente em 13 de julho deste ano por uma família de Feira de Santana, que decidiu adotá-las: a assistente social Ana Cristina Almeida e o técnico de automação industrial Júlio Ramos.
Alice e Aline nasceram em Teixeira de Freitas, no sul da Bahia, mais de 700 km de Feira de Santana. Uma delas, Alice, nasceu com má formação da laringe e da traqueia e com apenas 27 dias de vida, foi encaminhada para o Hospital da Criança, em Feira. Com problema de saúde, Alice foi abandonada pela mãe e ficou Aline que era saudável.
Quando concluímos a guarda provisória [de Alice], o Conselho Tutelar determinou que fosse encontrada a irmã gêmea porque o interesse era manter as irmãs juntas.
Após dois anos, a menina que estava com a família biológica também foi colocada para adoção e estava em um abrigo em Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. Em setembro de 2019.
Diante do caso, a família de Feira de Santana que já estava com uma das irmãs decidiu juntar as gêmeas na mesma família novamente.
O casal conta que a ajuda da família e de amigos para cuidar das três crianças (com Pedro de 3 meses). 
No começo, tivemos preocupação com relação a poder proporcionar a qualidade de vida que elas precisam, todo pai quer dar melhor escola, melhor residência, o melhor ambiente familiar, mas a gente percebe, depois de um tempo, que as crianças precisam de presença, atenção. O que percebo hoje, que me faz feliz como pai, é sentir a segurança delas olhando para mim. Isso é fenomenal”, conclui Júlio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog