domingo, 9 de agosto de 2020

Adolescente desaparecida é encontrada após troca de informações entre delegacias da Polícia Civil do Ceará

Uma adolescente de 15 anos, que estava desaparecida desde o dia 31 de julho deste ano, foi localizada, na manhã desta sexta-feira (7), após troca de informações entre a Delegacia Regional de Tianguá e a 12ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) – unidade especializada em casos envolvendo pessoas desaparecidas. A jovem foi vista pela última vez no Conjunto Jardim Fluminense, no bairro Canindezinho, na Área Integrada de Segurança 9 (AIS 9) de Fortaleza, e desde então não dava notícias à família. A garota foi conduzida em segurança por policiais civis lotados na unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) em Tianguá.
Após pouco mais de um mês de apuração para localizar a adolescente e checando informações, que chegavam ao conhecimento dos investigadores, a 12ª Delegacia do DHPP tratou o apanhado de notícias, sobre a localização da jovem, e compartilhou o serviço com a Delegacia Regional de Tianguá. Durante a triagem das apurações, surgiram evidências de que ela estaria em uma residência na zona urbana do município da Serra da Ibiapaba. Na manhã de hoje, após realização de levantamento policial, a adolescente foi finalmente encontrada e levada para a delegacia. A família da jovem e o Conselho Tutelar, que colaborou com a resolução do caso, foram comunicados sobre o serviço policial.

Canais de comunicação

A 12ª Delegacia do DHPP registra os casos de pessoas desaparecidas em Fortaleza e atualiza dois perfis oficiais mantidos nas redes sociais Facebook e Instagram. Por lá, os policiais civis da delegacia atualizam periodicamente os casos investigados pela unidade, com foto e informações sobre a última vez em que a vítima foi vista por parentes e amigos. Diariamente, os perfis recebem mensagens com informações sobre o paradeiro dessas pessoas. As imagens com as fotos dos desaparecidos também costumam circular em diversas outras plataformas on-line, contribuindo para disseminar a informação e a imagem do desaparecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog