quinta-feira, 16 de julho de 2020

PSL expulsa deputados bolsonaristas que participaram de ataques ao STF


Após ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e os ministros da Corte, os deputados estaduais Douglas Garcia e Gil Diniz, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), foram expulsos ontem (15) do PSL.
A decisão foi tomada em reunião do Conselho de Ética da executiva estadual da legenda em São Paulo. Antes disso, a dupla já estava suspensa desde o último dia 28, por serem investigados no inquérito das fake news no STF.
Ao informar a medida, em nota, a sigla explicou que a expulsão ocorreu por “práticas que afrontam o estatuto do partido, ao qual todos os filiados são submetidos, especialmente no que se refere ao seu artigo 7º do Código de Ética, que veda atividades políticas contrárias ao regime democrático".
O PSL disse ainda que deu aos dois direito de defesa. Na ocasião, diz o comunicado, os parlamentares “não negaram os fatos a eles imputados”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog