terça-feira, 14 de julho de 2020

Maritacas aparecem mortas em Ilhéus; aves entraram em varandas após corte de árvores

Aves conhecidas como maritacas foram encontradas mortas por moradores de Ilhéus, na noite de segunda-feira (13). Através de imagens que circulam nas redes sociais, é possível ver alguns animais caídos e moradores tentando ajudar. As mortes acontecem após a derrubada de amendoeiras na Avenida Soares Lopes, no centro de Ilhéus, que já havia feito com que as aves procurassem abrigo em varandas de prédios. A retirada de amendoeiras começou na última terça-feira (7).


Os moradores de Ilhéus têm se mostrado contra o corte das árvores, alegando a importância da arborização na cidade e de que elas servem de moradia das aves, principalmente das maritacas. Após repercussão, e ação civil pública do Ministério Publico Estadual, a derrubada foi suspensa pela prefeitura. Selene Nogueira, bióloga da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), acredita que as mortes tenham ocorrido por estresse.
“As minhas hipóteses, conhecendo um pouco do comportamento de psitacídeos [aves], é que essa morte foi causada, certamente por um estresse intenso. Só o estresse, ele já pode matar um animal. Isso é uma falta de bem-estar animal muito grande, a perda de dormida”, explica. A bióloga informou que apesar das suspeita, apenas um estudo detalhado pode confirmar as causas das mortes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog