sexta-feira, 22 de maio de 2020

UESC vai participar de projeto Revalida de diplomas do exterior



O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (Consepe/UESC) realizou, nesta quinta-feira (21), a sua 48ª reunião ordinária. Na pauta, a discussão do posicionamento da Universidade quanto à disposição em elaborar um projeto acadêmico próprio, voltado para a revalidação de diplomas médicos emitidos por instituições estrangeiras, que possa ocorrer em sintonia com o “Programa Médicos Pela Vida”.
Depois de debaterem o parecer elaborado pelo coordenador do Colegiado do Curso de Medicina da UESC, a proposição feita pelas secretarias de Educação e da Saúde, do Estado da Bahia foi aprovada por ampla maioria.
O Consepe entende que é dever da Instituição de Ensino Superior atuar, neste momento, para conter o avenço da Covid-19, mas admite que qualquer projeto não pode ir de encontro a qualidade do Curso de Medicina da UESC, avaliado entre os melhores do Brasil. A aprovação da proposta foi condicionada a necessidade da adequação do Curso para atender a esta demanda emergencial.
Foi ressaltado, durante a reunião, o papel da responsabilidade social da Universidade neste momento de pandemia, que dentre várias medidas, adequou o seu Laboratório de Farmacogenômica e Epidemiologia Molecular (LAFEM) para que possa desenvolver atividades relacionadas ao diagnóstico da Sars-CoV2.
A proposta de revalidação dos diplomas dos médicos formados no exterior surgiu em meio às crises sanitária e de saúde pública geradas pela pandemia do novo coronavírus. Mas, para que seja colocada em prática, só as universidades estaduais (UESC, UNEB, UEFS E UESB) podem validar o processo, como prevê Constituição Estadual, que dá autonomia às universidades para tratar desses assuntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog