segunda-feira, 18 de maio de 2020

Investigado por homicídio e suspeito de tráfico de drogas são presos pelo DHPP na capital

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio de operações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para cumprimento de mandado contra suspeitos investigados por homicídios, prendeu dois suspeitos. As prisões aconteceram, nesta segunda-feira (18) e na última sexta (15), nos bairros Jangurussu e Siqueira, respectivamente nas Áreas Integradas de Segurança 3 e 2 de Fortaleza. Uma das prisões foi por força de um mandado de prisão, já a segunda foi um flagrante de tráfico de drogas

A prisão realizada na tarde de hoje foi decorrente de uma investigação da 7ª Delegacia do DHPP. O indivíduo identificado como Adriano Costa da Silva (26), com antecedentes criminais por receptação e roubo, foi capturado em uma residência e não reagiu à ofensiva policial. Contra ele foi cumprido um mandado de prisão temporária por um homicídio qualificado ocorrido no dia 23 de dezembro de 2019, no bairro Passaré (AIS 7).

Conforme as investigações do DHPP, a vítima foi atingida por disparos de arma de fogo dentro de casa. A motivação do crime, ainda de acordo com os levantamentos policiais, seriam desentendimentos entre grupos criminosos rivais. O homem está à disposição da Justiça. A Polícia Civil segue investigando o caso.
Flagrante

Já na última sexta-feira (15), a 1ª Delegacia do DHPP, prendeu em flagrante um homem identificado como Daniel Felinto Pinheiro (18), com passagem pela Polícia, quando adolescente. Durante diligências, os policiais civis se depararam com um carro que empreendeu fuga em alta velocidade, gerando riscos de acidentes de trânsito, ao avistar a viatura policial. Os agentes de segurança acharam a atitude suspeita e iniciaram uma perseguição na direção do veículo.

O motorista foi capturado na Rua Miguel Afonso Silva, no bairro Siqueira e, ao ser questionado sobre a atitude de fuga, ele disse que estava fugindo porque não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e porque achava que existia um mandado de busca e apreensão contra si, pois respondeu a um homicídio quando adolescente. O fato foi verificado pelos policiais, mas não foi constatado nenhum mandado em desfavor do indivíduo.

Daniel também confessou para a equipe que jogou seu telefone na rua durante a fuga por causa do teor das conversas que lá existiam. Os policiais acompanharam Daniel até a casa dela para buscar um documento, ocasião que em que o homem relatou que tinha arma e droga no local. Na ação, foram apreendidos, uma pistola calibre 380, 19 munições intactas, 29 gramas de cocaína, uma balança de precisão, R$ 80,00 em espécie, um relógio, documentos e o carro.

Diante dos fatos, ele foi conduzido para prestar esclarecimentos na delegacia, onde foi preso em flagrante por tráfico ilícito de drogas, posse irregular de arma de fogo e crime de trânsito, por não portar documento com permissão para dirigir veículo automotor. Ele está à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog