domingo, 3 de maio de 2020

EUA dizem ter provas de que laboratório chinês produziu Covid


O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, disse neste domingo (3) que há uma "enorme" quantidade de provas de que a pandemia do novo coronavírus se originou em um laboratório de Wuhan, onde o surto começou na China.
"Há uma enorme quantidade de provas de que foi ali que começou", disse a rede ABC, sem comentar se acredita que o vírus tenha sido solto intencionalmente. "A China se comportou como os regimes autoritários, tentaram esconder, esconder e confundir", disse Pompeo na ABC. "Empregou a Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma ferramenta para fazer o mesmo", acusou Pompeo na entrevista ao canal norte-americano.
O secretário disse que a China continua impedindo o acesso de especialistas em saúde da OMS, bem como de cientistas norte-americanos, ao acesso a amostras do vírus necessário para o estudo. "Esta é uma ameaça contínua, uma pandemia contínua", afirmou Pompeo. "O Partido Comunista Chinês continua a bloquear o acesso ao mundo ocidental, os melhores cientistas do mundo, para descobrir exatamente o que aconteceu", finalizou Pompeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog