sexta-feira, 8 de maio de 2020

Ação conjunta da Receita Federal e da Polícia Civil resulta na apreensão de skunk e prisão de dupla em Fortaleza



Uma ação integrada da Receita Federal do Brasil com a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) – por meio da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) – resultou na apreensão de 5,6 quilos de maconha do tipo skunk (um tipo de droga derivada da Cannabis e produzida em laboratório), além das prisões de um homem e uma mulher. A ofensiva policial foi realizada, na manhã desta quarta-feira (6), no bairro Jardim Cearense, na Área Integrada de Segurança 9 (AIS 9) de Fortaleza.
A ofensiva policial capturou primeiramente Maria Claudênia Oliveira Marques (33), sem antecedentes criminais. Ela seria a responsável por receber o material ilícito. A captura ocorreu em uma residência na Rua Paulo Cândido, no bairro Jardim Cearense. Após a prisão, a mulher confirmou que a carga ilícita seria entregue para um primo. Com as informações, a Polícia Civil foi a residência de Paulo Anderson Lima da Silva (28), que já responde por tráfico de drogas, no bairro Maraponga (AIS 9).
As investigações apontam que a droga apreendida na ação seria oriunda do estado do Acre e que esta era a terceira vez que Claudênia recebia a encomenda em sua residência. A dupla foi encaminhada para a sede da DCTD, onde foram autuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas. A PCCE segue investigando os fatos a fim de identificar outros partícipes da ação criminosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog