quinta-feira, 16 de abril de 2020

Moradora de Ilhéus está desaparecida há 60 dias e família segue sem respostas


Carolina Fernandes Miron, de 38 anos, desapareceu em 15 de fevereiro deste ano, na zona sul de Ilhéus. São 60 dias sem resposta para uma pergunta doída: Onde está Carol? Nas redes sociais, diariamente, amigos e familiares cobram por resposta da polícia. Carol tem duas filhas. A mais nova, de 15 anos, morava com ela.
Até aqui, ainda persiste a dúvida – e quase certeza – de que o namorado de Carol, Rafael Cruz, seria o responsável pelo desaparecimento. Mas ele também sumiu desde o dia 15 de fevereiro, quando o casal foi visto junto, pela última vez em Ilhéus, numa festa de pré-carnaval na cidade, no Pontal.
Durante as investigações, a polícia chegou a fazer buscas em uma propriedade de Rafael, porém nada foi encontrado por lá que ajudasse. Sobraram versões sobre o relacionamento do casal e do comportamento do namorado: ciumento, possessivo e, por vezes, conforme depoimentos, agressivo.
Poucos dias depois do desaparecimento de Carol Fernandes, documentos dela foram encontrados em Olivença por uma mulher que trabalha com material reciclável. Dias depois do desaparecimento de Carol, a família da moça recebeu mensagem dizendo que ela estava bem. A mensagem teria sido, supostamente, enviada pela vítima. A família não crê, pois o texto apresentava vários erros ortográficos. (Pimenta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog