domingo, 5 de abril de 2020

Arce: “governo atrasa quarentena e alastra a fome na Bolívia”



Arce diz que foi enviada uma proposta ao governo golpista (Fotos: Telesur)

Arce acrescentou que foi aprovado um minguado “bônus família” que não foi pago, apenas se obriga as pessoas a ficarem em casa passando fome. “Por isso vocês viram pela imprensa em Riberalta, cidade próxima ao Brasil, muitas pessoas terem de sair e romper o cerco das Forças Armadas e da polícia, porque a fome não pode ser combatida enviando pessoas para a prisão. Vão precisar mandar todos os bolivianos à prisão, porque o povo está faminto”, condenou o candidato do MAS, cobrando a ampliação do “bônus família” que “alcança no total a somente 22% das pessoas necessitadas”.
“Acredito que essa crise do coronavírus revelou muito claramente que não se pode deixar a saúde nas mãos do setor privado, que faz dela um negócio, como ficou demonstrado pelos Estados Unidos, pela Europa e por vários países. É preciso uma participação cada vez maior e mais ativa do Estado”, afirmou ainda Arce. Conforme o ex-ministro da Economia de Evo Morales, “a pandemia revelou que a saúde é um tema que atinge e diz respeito a todos, e que não é necessário apenas garantir todas as condições de atendimento humano e material à população, em clínicas e hospitais, mas também investir em pesquisas” .Moradores marcham pela cidade de Riberalda rompendo o isolamento imposto pela polícia para exigir alimentos: “Temos fome!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog