sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Coronavírus coloca empresários chineses em quarentena e atrasa ponte Salvador-Itaparica


O vice-governador da Bahia, João Leão (PP), em entrevista ao Metro1 hoje (6), disse que os representantes do consórcio chinês, formado pela CR20 (China Railway 20 Bureau Group Corporation) e pela CCCC (China Communications Construction) estão em "quarentena" por causa do coronavírus e, por isso, ainda não vieram ao Brasil para cumprir uma série de compromisso, dentre elas a de assinar o contrato com o governo do Estado para a construção e gestão da ponte que ligará Salvador e Ilha de Itaparica. A assinatura estava prevista para ocorrer na segunda-feira (27).
Leão estimou que eles devem atrasar mais 60 dias por causa da epidemia, mas frisou que não tem data. "Estava conversando com o diretor do Hospital Roberto Santos. É um vírus cíclico. Pode acabar na semana que vem ou gerar uma crise fenomenal de saúde. Aconteceu e vamos conviver", afirmou.
O vice-governador contou também que acredita que os prazos serão cumpridos e lembrou que o grupo construiu a maior ponte do mundo, que liga Hong Kong e Macau a Zhuhai, na província de Cantão, de 55km de extensão, em três anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog