segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Comentarista do UFC critica juiz que deu quatro rounds para Jones: "Essa pessoa é louca"



AgFight  - O resultado da luta principal do UFC 247 entre Jon Jones e Dominick Reyes dividiu opiniões no mundo do MMA, com alguns convencidos de que o campeão mereceu a vitória e outros certos que o desafiante deveria ter levado a melhor por pontos. No entanto, um fator que todos parecem concordar é o equilíbrio do combate, e, por isso, a pontuação de quatro rounds a um em favor de ‘Bones’, por parte de um dos juízes encarregados de decidir a disputa de cinturão meio-pesado (93 kg) chamou tanto a atenção.
Ao tomar conhecimento do placar apontado por Joe Soliz – juiz que marcou 49 a 46 nas papeletas -, Joe Rogan, não poupou críticas ao jurado. Inconformado, o comentarista oficial do UFC classificou como desrespeitosa a pontuação por tudo que o desafiante, Dominick Reyes, havia apresentado na luta.
“Eu não posso discutir isso o suficiente. Não posso ficar irritado o suficiente. Fiz isso muitas vezes. Para qualquer um pensar que (a luta) foi 4 a 1 para Jon Jones, essa pessoa é louca. Eles são loucos. Dominick Reyes fez uma luta incrível nessa noite (sábado). E desrespeitar essa performance com esse tipo de julgamento é insano”, esbravejou Rogan, de acordo com o site ‘MMA Junkie’.
O UFC 247, realizado no último sábado (8), foi marcado por algumas decisões polêmicas por parte dos juízes. Durante o combate entre Lauren Murphy e Andrea Lee, vencido pela primeira, Joe Rogan, em tom de incredulidade, chegou a comentar que um dos juízes estava olhando para o chão ao invés de prestar atenção na peleja. Apesar da controvérsia, com o resultado da luta principal, Jon Jones manteve o cinturão meio-pesado do Ultimate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog