segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Após meses, The Intercept Brasil volta a soltar informações sobre Lava Jato



Segundo o The Intercept Brasil, Deltan enviou materiais contra Ivan Monteiro para jornalista do O Antagonista. (Foto: Evaristo Sá/AFP/Getty Images)O site The Intercept Brasil voltou a soltar materiais sobre a Vaza Jato. O novo conteúdo, divulgado nesta segunda-feira (20), traz a denúncia de que procuradores da força-tarefa da Lava Jato utilizaram politicamente o site O Antagonista para interferir na escolha do novo presidente do Banco do Brasil para o governo de Jair Bolsonaro.
Ainda em 2018, segundo o The Intercept Brasil, procuradores forneceram documentos ao site para alimentar notícias contra o ex-presidente da Petrobras Ivan Monteiro, no intuito de evitar que ele ocupasse a presidência do BB.
O nome de Monteiro era o mais querido pelo ministro Paulo Guedes, e recebia esse crédito por ter salvado as contas da Petrobras, de acordo com o site. Contudo, a preferência por Monteiro enfrentava resistência de Onyx Lorenzoni (DEM-RS), atual chefe da Casa Civil do Planalto e um dos responsáveis pela transição política entre os governos de Michel Temer e Bolsonaro.
A aproximação entre Lorenzoni e Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Lava Jato do Paraná, vem - segundo o The Intercept Brasil - da campanha pelas Dez Medidas contra a Corrupção na Câmara, encampada por Lorenzoni quando o gaúcho era deputado federal.
Uma troca de mensagens, datada de 21 de novembro de 2018, revelou que Dallagnol enviou ao grupo do Telegram Filhos do Januario 3 uma reportagem do jornal Folha de São Paulo que citava a insatisfação de Lorenzoni com Ivan Monteiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog