quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Presidente da OAB diz que quem apoia Bolsonaro tem 'desvio de caráter'; Moro rebate



Presidente da OAB critica Bolsonaro e Moro sai em defesa do presidente - Foto: AP Photo/Eraldo Peres/Reprodução/YoutubeMais
O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, afirmou nesta quarta-feira (11) que “quem apoia o governo Bolsonaro tem desvio de caráter. Sergio Moro, ministro da Justiça, saiu em defesa do seu chefe e disse que Santa Cruz age como um “militante político-partidário”.
Ao falar sobre a possibilidade de envolvimento de Jair Bolsonaro no assassinato da vereadora Marielle Franco, ele garantiu que pensar em prol da “presunção da inocência de Bolsonaro”. Por outro lado, ele disse que “não duvida”do envolvimento de alguém da família do presidente no crime.
Para o presidente da OAB, Jair Bolsonaro “namora” racistas e fascistas. “Quem apoia o governo Bolsonaro tem desvio de caráter. São ideias racistas, homofóbicas e machistas. Os piores sentimentos da sociedade brasileira. Bolsonaro segue o manual do fascismo.”
A fala de Santa Cruz não agradou Sergio Moro, um dos nomes mais consolidados do governo Bolsonaro. O ex-juiz foi ao twitter para rebater o presidente da OAB, que recentemente reclamou de não ter acesso ao Ministério da Justiça.
"Tenho grande respeito pela OAB, por sua história, e pela advocacia. Reclama o Presidente da OAB que não é recebido no MJSP. Terei prazer em recebê-lo tão logo abandone a postura de militante político-partidário e as ofensas ao presidente e a seus eleitores", escreveu.
Jair Bolsonaro e Felipe Santa Cruz já trocaram farpas publicamente há algum tempo. Bolsonaro ironizou a morte do pai de Santa Cruz, ao criticar a atuação da OAB no caso envolvendo Adélio Bispo, homem que esfaqueou o então candidato durante a campanha eleitoral.
'Se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu, eu conto para ele', disse o presidente à época.
Irritado com a postura de Bolsonaro, Felipe Santa Cruz pediu ao STF que cobrasse explicações sobre as declarações do presidente brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog