sábado, 5 de outubro de 2019

Seguridade debate situação das políticas públicas para HIV/Aids no Brasil

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara vai discutir nesta terça-feira (8) a situação das políticas públicas para HIV/Aids no Brasil. O pedido para o debate é da deputada Fernanda Melchionna (PSOL-RS). Ela cobra do governo Bolsonaro uma posição quanto à questão e lembra que o Brasil sempre teve posição de destaque mundial nessas políticas.
O Ministério da Saúde tinha um departamento específico dedicado às doenças sexualmente transmissíveis que foi transformado em maio no Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis. Melchionna criticou a medida. "Nossa preocupação é com o desmonte das políticas de HIV/Aids durante o governo Bolsonaro", afirmou.
Foram convidados para a audiência pública:
o representante da SOMOS - Comunicação, Saúde e Sexualidade, Alexandre Boer;
o representante do fórum Ong Aids/RS e Grupo de Apoio e Prevenção da Aids (Gapa), Carla Almeida;
o representante do Departamento de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis (MS), Gerson Pereira;
o representante da Secretaria de Articulação Política RNP+ Brasil e ABIA/Aids, Jorge Berloqui;
a representante da Rede Trans Brasil, Tathiane Araújo.
O debate ocorre às 10 horas desta terça, em plenário a definir.
'Agência Câmara Notícias'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog