quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Educação perde quase R$ 1 bilhão

Os que acreditavam no investimento do governo Bolsonaro para a educação, deveriam saber que foi às custas do setor, que tem sofrido com sucessivos cortes, que o presidente conseguiu aprovação dos deputados na reforma da Previdência. Dos R$ 3 bilhões liberados em emendas parlamentares, quase R$ 1 bilhão foram remanejados do orçamento do (Ministério da Educação).
Do total dos recursos que estavam congelados sob a promessa de liberação para o caso de melhorias na economia, R$ 926 milhões foram utilizados durante as negociações de apoio à PEC 006/2019. O montante representa 16% do total bloqueado para o MEC neste ano, que soma R$ 5,8 bilhões.
Os recursos saíram de ações como o apoio à manutenção da educação infantil, concessão de bolsas na educação superior e básica e o apoio ao funcionamento de instituições federais de ensino. Um completo absurdo! (SBBA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog