sexta-feira, 7 de junho de 2019

PMs iniciam capacitação no IV curso Patamo do Batalhão de Choque



A Polícia Militar, por meio do Batalhão de Policia de Choque, realizou na manhã desta sexta-feira (31), na sede do Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe), no bairro de Pituaçu, a aula inaugural do IV Curso Patamo - 2019. O objetivo da atividade é capacitar de forma técnica e prática os profissionais da segurança pública nas ações do Patrulhamento tático, que visa combater o tráfico de drogas e contribuir pata a diminuição dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) em todo Estado. Ao todo, 65 policiais militares participam da instrução, sendo três da Polícia Militar do Estado de Pernambuco.
Durante o evento, com honras militares, o subcomandante da Polícia Militar, coronel Paulo Uzêda, acompanhado do comandante de Operações Policiais Militar, coronel Humberto Sturaro, recepcionou coronel da Reserva Remunerada, Costa Ferreira, que proferiu uma palestra sobre o tema Evolução do Policiamento Tático 1980-2017. No discurso, o militar falou sobre o histórico evolutivo relacionado aos equipamentos, veículos, arma e munições utilizados pela tropo no policiamento ostensivo da corporação.
“Há décadas, que nossa instituição, tem cumprido a missão da preservação da ordem pública, e a evolução do patrulhamento tático é o resultado da eficácia de ações que estão pautadas nas leis, doutrinas e, nos diversos níveis de planejamento que atendem aos anseios de segurança das comunidades e dos cidadãos de nosso Estado. Que vocês alunos aproveitem a experiência e tenham êxito em suas determinações.”, enfatizou.

Com dois meses de duração, o curso terá 770 horas/aulas com aulas práticas e teóricas. Na teoria serão ministradas as disciplinas de patrulhamento rural e urbano, tiro policial, defesa pessoal, técnicas e táticas policiais, entre outras. No intuito de preparar fisicamente e psicologicamente os participantes, as atividades práticas serão preenchidas com simulações reais, que serão realizadas na sede do Batalhão de Polícia de Choque. Depois de passar por várias etapas de classificação para o curso, o soldado da 44ª CIPM/ Medeiros Neto, Alan Santana disse que as expectativas aprendizado do curso são positivas. “Estou pronto para enfrentar mais esse desafio, e assim tornar-me um policial mais capacitado na atividade policial que faço com amor, disciplina e dedicação.”, confessou o aluno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog