sábado, 2 de março de 2019

Pernambucano viaja há sete anos para vender adereços no carnaval de Salvador e fatura mais de R$ 5 mil


O pernambucano Josias de Lima, 35 anos, passa o carnaval em Salvador desde 2012, entretanto, ao contrário dos milhares de turistas que enchem a capital baiana durante a folia momesca para se divertir, ele vem para ganhar dinheiro. Josias vende adereços de fantasias e, ao longo de cerca de 10 dias que passa em Salvador, ele consegue tirar cerca de R$ 5 mil reais.
Ele conta que a ideia surgiu quando um colega dele veio curtir a festa em 2011. “Ele estava fantasiado, e as pessoas começaram a perguntar de onde era a fantasia, porque nunca tinham visto nada daquele jeito por aqui”, explica o vendedor. Segundo Josias, ele chega no pré-carnaval, quando acontecem os desfiles do Fuzuê e Furdunço, e fica até a quarta-feira de cinzas. Por dia, o faturamento varia de R$ 500 a R$ 600, dependendo de qual valor seja estipulado para cada peça.
Entre os produtos, é possível encontrar várias opções para compor o look. Tem tiara de anjinho, diabinho, além de coroas para quem queira se sentir como rei ou rainha. Apesar de estar na capital baiana para fazer um dinheirinho, Josias comenta que é impossível não curtir o carnaval. “A gente fica só trabalhando, mas dá para se divertir um pouquinho”, finaliza ele, com um grande sorriso no rosto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog