sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Ceará reduz CVPs e Furtos em 2018 após investimentos em segurança em todo o Estado

Assim como os crimes contra a vida, o Ceará encerrou o ano de 2018 com reduções nos Crimes Violento Contra o Patrimônio (CVP) e nos Furtos, em todo o Estado. Os números positivos no acumulado do ano foram alcançados, principalmente, a partir de iniciativas como a expansão do sistema de videomonitoramento e também do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) para 44 cidades cearenses. Os investimentos se resumem às atuações proativas e reativas, que tem possibilitado os bons índices para a segurança pública.
Em 2018, no Estado, a diminuição do CVP 1, que engloba crimes como roubo a pessoa, de documentos e outros, foi de 14,9%. Essa porcentagem corresponde à redução de 9.444 ocorrências. Foram 53.759, em 2018, contra 63.203, em 2017. De todas as regiões do Estado, o Interior Sul foi o território com maior diminuição (-36,6%), registrando, no ano passado, o número de 4.221 crimes. Em 2017, foram 6.660. Fortaleza ficou com -12,5%, sendo que no ano passado foi registrado o número de 35.476 ocorrências contra 40.533 do ano anterior; a Região Metropolitana com -12,1%, baixou de 10.311 para 9.067; e o Interior Norte, ficou com – 12,4%, reduzindo de 5.699 para 4.221.

No mês de dezembro, o Estado reduziu, se comparado a 2017, em 18,1%; baixando de 4.419 para 3.617. O Interior Sul foi a região com maior decréscimo, passando de 499 casos para 271, com uma porcentagem de – 45,7%. Isso seguido do Interior Norte, que diminuiu em 32,5%, baixando o índice de 471 casos para 318. Fortaleza apresentou diminuição de 14,3%, com 2.344 casos, em 2018, e 2.734, em 2017; e Região Metropolitana da Capital, com redução de 4,3%, se comparado 2018 (2.344) a 2017 (2.734).

Crime Violento Contra o Patrimônio 2

No CVP 2, que engloba roubos de carga, a residência, de veículos, a banco, e roubo com restrição de liberdade da vítima, a diminuição no Ceará, no ano, foi de 16,3%. Os crimes foram de 12.844 para 10.754. Das quatro regiões do Ceará, três também apresentaram um balanço positivo.

Fortaleza passou de 7.206, em 2017, para 5.642, em 2018. Isso corresponde a -21,7%. Já queda na Região Metropolitana foi de 11,3%, baixando de 3.014 para 2.673 ocorrências. No Interior Sul, a diminuição foi de 1.234 CVPs para 923, correspondendo a -25,2%. A única região que não alcançou redução no acumulado do ano foi o Interior Norte. O aumento foi de 9,1%, 2018 (1.516) e 2017 (1.390).

Em dezembro de 2018, Fortaleza apresentou a maior redução dos territórios do Estado, com – 33,9%. Em 2017, foram 545 crimes, e em 2018, 360 casos. O saldo positivo da Capital foi seguido do balanço alcançado no Interior Sul, com uma redução de 29,8%, comparando 2018 (66 ocorrências) e 2017 (94). Já a Região Metropolitana baixou de 231 para 182, com uma porcentagem de -21,2%. Por último, Interior Norte, teve um aumento de 19,7%, com 140 casos no décimo segundo mês do ano passado, contra 117, em 2017.

Furto

No acumulado de todo o ano passado, Furto também reduziu em 6,2%, com 3.707 ocorrências a menos, se comparado com 2017. Foram 55.937, em 2018, contra 59.644. Na Região Metropolitana, a redução foi de 15%, reduzindo de 6.926 para 8.153. O Interior Norte foi de 9.321 para 8.386, com -10%; e Interior Sul, com – 11,5%, baixou de 9.947 para 8.799 ocorrência. Já a Capital reduziu seu índice de 32.223 para 31.826, com – 1,2% de diminuição.

O Ceará e mais três regiões apresentaram decréscimo nos Furtos, em dezembro. O Interior Norte alcançou uma diminuição de 15,5%, 2018 (653) e 2017 (724). A Região Metropolitana reduziu de 637 para 569, com uma porcentagem de 10,7%. Já no Interior Sul, a queda nos números foi de 9,8%, passando de 724 para 653. Por último, o Ceará reduziu em 3,7%; passando de 4.843, em 2017, para 4.663, em 2018. Apenas Fortaleza registrou um aumento de 2,9%, passando de 2.709 para 2.788, em 2018.

FONTE: SSPDS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog