terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Justiça manda suspender venda do game Bolsomito 2K18 - jogo "promove desvalores como a discriminação racial, bem como a opressão, o preconceito e a violência".




O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) anunciou na última semana que obteve uma decisão favorável que determina a suspensão da disponibilização e da venda do game “Bolsomito 2K18”, comercializado pela plataforma on-line Steam, da Valve.
A decisão em questão foi do desembargador Álvaro Ciarlini, da 3ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), que afirmou que o conteúdo do game “promove desvalores como a discriminação racial, bem como a opressão, o preconceito e a violência, inclusive a prática de homicídio e a intolerância”.
A determinação contra a venda do jogo aconteceu cerca de 15 dias após o Ministério Público entrar com uma ação civil pública contra a Valve Corporation por conta da comercialização do game, que foi lançado durante as Eleições 2018, custava 9,90 reais.
O game coloca o jogador na pele do personagem principal, baseado no presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e que ganha pontos ao agredir fisicamente minorias, como ativistas gays, feministas e membros do movimento dos sem terra.
Em um comunicado sobre o caso, o MP também destaca que a empresa criadora de “Bolsomito 2K18”, a BS Studios, mudou o título e a URL de acesso do jogo – que agora se chama apenas “Bolsomito” e continua disponível na plataforma Steam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog