quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Acusado de matar irmãos atropelados com micro-ônibus é condenado a 28 anos de reclusão

No dia 29/11, o Tribunal do Júri de Santa Maria condenou, a 28 anos e 6 meses de reclusão, em regime inicial fechado, Maycon Phablo Moreira Oliveira por dois homicídios e duas tentativas de homicídio duplamente qualificados por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa das vítimas. Maycon não poderá recorrer em liberdade.
O crime aconteceu no dia 27 de fevereiro de 2017, por volta de 6h40, em via pública de Santa Maria. De acordo com os autos, Maycon e as vítimas passaram a noite bebendo e conversando. Em determinado momento, embriagado, o réu começou a ser inconveniente com as pessoas, quando uma delas lhe deu uma rasteira. Maycon tentou agredi-la, mas foi contido pelas demais vítimas que estavam no local.Maycon se afastou do grupo e saiu fazendo ameaças, dizendo que voltaria e mataria todos. As vítimas continuaram a conversar e beber. Após algum tempo, o réu, conduzindo um micro-ônibus, adentrou no local em alta velocidade e rumou em direção às vítimas. O denunciado conseguiu atropelar os irmãos Adriano e Adriana. As outras duas vítimas conseguiram fugir da ação do acusado.
Com as vítimas atropeladas embaixo do veículo, Maycon ainda engatou a marcha ré, passando por cima delas novamente, fugindo do local em seguida.
Mês do Júri
Este foi mais um julgamento agendado para o Mês Nacional do Júri que, nesta edição de 2018, deu prioridade à análise de processos com réus presos; casos envolvendo violência contra mulheres e menores de idade; crimes cometidos por policiais no exercício das atividades ou não; e crimes cometidos nos arredores de bares e casas noturnas.
Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Distrito Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog