segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Comissão de Direitos Humanos visita acampamento sem-terra em MG ameaçado de despejo

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados realiza hoje diligência no acampamento Quilombo Campo Grande, no município de Campo do Meio (MG).
No dia 7 de novembro, o juiz Walter Zwicker Esbaille Junior mandou despejar as 450 famílias que vivem há mais de 20 anos no local, a falida usina de cana-de-açúcar Ariadnópolis. Com isso, aproximadamente dois mil hectares em produção de alimentos orgânicos como milho, feijão, mandioca, abóbora e café serão destruídos.
Participam da diligência os deputados Valmir Assunção (PT-BA), Luiz Couto (PT-PB), João Daniel (PT-SE) e Padre João (PT-MG); o deputado estadual mineiro Rogério Correia (PT), o secretário de Direitos Humanos de Minas Gerais, Gabriel Rocha, e o procurador de Justiça do Ministério Público de Minas Afonso Miranda.
A chegada dos participantes ao acampamento está prevista para as 14h30, quando serão recebidos pelos trabalhadores rurais. A audiência pública será realizada às 16 horas na escola do acampamento.
Da Redação - AC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog