quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Policial Militar é preso por apoiar as ações da quadrilha

O Superintendente da SENARC, o Delegado Carlos Alessandro, ressaltou ainda, que o Junho Galinha, fora preso em 2015, pela Polícia Civil, por meio da delegacia do bairro do São Francisco, aprendeu com Junho Galinha, a quantia de RS 200 mil reais. Fora instaurado um inquérito policial para a verificação dessa circunstância. O Superintendente mencionou ainda, que nessa operação fora descoberto, que um policial militar, estava envolvido nas ações criminosas do grupo. “O policial fora identificado pelo nome de Roberval de Sousa Muniz, e que seria sargento do 8º BPM da capital. O militar recebia periodicamente do junho Galinha, uma quantia em dinheiro, afim de repassar informações de eventuais operações policiais, que ocorriam no bairro do São Francisco e adjacências, no sentido de frustrar as operações contra o criminoso e demais ações da polícia no bairro” sinalizou o superintendente. O policial militar Roberval de Sousa Muniz foi preso na sus própria residência e se encontra preso, nas dependências do presídio, localizado no Comando Geral da Polícia Militar.
Foto: Nilson Figueiredo - Por Mauro Wagner / Ascom – PC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog