quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Bolsonaro quer reverter limite de encaminhamento do WhatsApp



O presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL, afirmou na última sexta-feira, 12/10, que vai “lutar” para tentar reverter uma mudança adotada recentemente pelo WhatsApp contra a disseminação de notícias falsas.
Em julho, após serem registrados linchamentos na Índia por conta de conteúdos falsos espalhados pelo aplicativo, o WhatsApp anunciou um novo limite para o encaminhamento de conteúdos pela plataforma. Se antes era possível encaminhar mensagens para até 250 contatos de uma vez, esse número caiu para 20 contatos no Brasil e no mundo e para apenas 5 na Índia.
A afirmação citada acima do candidato do PSL aconteceu durante uma transmissão ao vivo realizada no feriado de 12 de outubro ao lado de Luiz Philippe de Orleans e Bragança, que foi eleito deputado federal pelo mesmo partido no último dia 7/10.
Ao final do vídeo em questão, após afirmar que o PT quer calar a mídia e a Internet, Bolsonaro então falou sobre reverter essa mudança adotada recentemente pelo WhatsApp.
“Quem não ficou chateado quando o WhatsApp aqui...dizendo para combater o crime de ódio...em vez de...Você passava acho que 200 mensagens, mais ou menos, você conseguia passar para 200 pessoas a mensagem, passou para 20. Nós vamos lutar para que volte para o que era antes.” No entanto, o candidato não afirmou como pretende fazer isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog