quarta-feira, 6 de junho de 2018

Polícia Civil desarticula associação criminosa acusada de roubos de veículos na capital paraense


Material apreendido com presos

A Polícia Civil desarticulou, nesta terça-feira (05), uma associação criminosa responsável por roubos de veículos com atuação em Belém. As prisões foram realizadas, em Marituba, na região metropolitana de Belém, por policiais civis da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DRFVA), vinculada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Com os presos, drogas, munição para armas de calibres 38 e ponto40, e dois veículos - um deles roubado -, além de ferramentas usadas em crimes e celulares foram apreendidos.
Os presos foram reconhecidos como responsáveis pelo roubo de um carro modelo Corola cor prata ocorrido no último dia 27 de maio, no estacionamento de um supermercado, na Avenida Visconde de Souza Franco, centro de Belém.
As investigações mostraram que o grupo escolheu aleatoriamente a vítima que estava em um carro novo de alto valor e fazendo saque de dinheiro. A vítima - um empresário - foi abordada no estacionamento do estabelecimento e depois foi feita refém. Em seguida, sacou dinheiro e teve o carro roubado.
Durante as investigações, a equipe policial identificou o local onde estavam os acusados. Em um casa, em Marituba, foi localizado o carro roubado e o táxi usado na ação criminosa. Foram presos Nelson Patrick da Silva Campos, Robson Raul Melo dos Santos, Branny Bechir Amaral, Marcos Vinicius Vieira Silva, Jamily Jhonson Silva Santos e foi apreendida uma menor de 16 anos.
Foi preso ainda o taxista Raimundo Firmo Oliveira da Silva, 33 anos, acusado de usar o carro locado para ser usado como táxi e também para transportar o grupo nas ações criminosas.
Segundo o delegado Thiago Dias, as investigações continuam, para apurar outros crimes praticados pelo mesmo grupo. Os presos irão responder por tráfico de drogas, associação criminosa, receptação dolosa, porte ilegal de munição de uso permitido e porte ilegal de munição de uso restrito.
walrimar 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog