sábado, 4 de abril de 2020

Governador da Bahia estende suspensão de transporte intermunicipal e interestadual até 15 de abril


O governador da Bahia, Rui Costa (PT), estendeu, até o dia 15 de abril, a suspensão de transporte municipal em 45 cidades, em uma medida de contenção ao avanço do novo coronavírus.
A medida foi oficializada por meio de decreto publicado no Diário Oficial do Estado de hoje (4). O decreto ainda amplia a suspensão de transporte intermunicipal, até o dia 15, nos municípios de Conde, Uruçuca, Itapetinga, Conceição do Coité e Utinga, a partir de amanhã (5).
Com isso, 49 cidades ficam com transporte suspenso: Conde, Uruçuca, Itapetinga, Conceição do Coité, Utinga, Belmonte, Eunápolis, Santa Cruz Cabrália, Barra do Rocha, Alagoinhas, Barra, Candeias, Catu, Coaraci, Itajuípe, Medeiros Neto, Itagibá, Itamaraju, Itororó, Pojuca, Dias d’Ávila, Ipiaú, Salvador, Feira de Santana, Porto Seguro, Prado, Lauro de Freitas, Simões Filho, Vera Cruz, Itaparica, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Camaçari, Luís Eduardo Magalhães, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Vitória da Conquista, Santa Maria da Vitória, Correntina, Entre Rios, Jequié, Brumado, Conceição do Jacuípe, Juazeiro, Teixeira de Freitas, Nova Soure, São Domingos e Canarana.
Também fica suspensa, até 15 de abril, a saída e chegada de ônibus do transporte interestadual em todo o território baiano.

Idoso é assaltado e agredido dentro de casa em Ipiaú


Um idoso de 63 anos, morador do Alto do Jequitibá, bairro Vila Irmã Dulce, em Ipiaú, foi assaltado dentro de casa, no final da tarde dessa sexta-feira (03). Edenildo Henrique dos Santos tinha acabado de chegar do banco onde foi sacar o seu benefício.
Ao chegar em casa, ele foi direto para o banheiro, quando percebeu a presença de um indivíduo usando toca e armado com um revólver. O assaltante chegou a entrar em luta corporal com o idoso e o agrediu com uma coronhada na cabeça.
O bandido fugiu logo em seguida com R$ 1.080,00 da vítima. Ferido, Edenildo recebeu primeiros socorros do Samu e foi encaminhado para o Hospital Geral de Ipiaú. A Polícia Militar foi acionada e realiza buscas pelo suspeito. (Giro Ipiaú)

Lacen vai divulgar mais resultados de exames de coronavírus por dia, diz Sesab


O secretário estadual de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse, na sexta-feira (3), que o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) vai aumentar o número de resultados de testes para coronavírus analisados por dia.
"O Lacen tem capacidade de fazer 500 exames ao dia. Eventualmente não se consegue fazer 500, porque é preciso fazer, às vezes, repetição de exames, e isso acaba atrasando. A média de resultados que nós estamos conseguindo soltar hoje é em torno de 350 laudos por dia. A partir da segunda (6), nós agregaremos uma capacidade de 467 exames por dia, o que, nessa fase, será o suficiente", disse o secretário.
De acordo com o secretário de saúde, o Lacen da Bahia foi o primeiro a adquirir testes reagentes.
"É preciso destacar que nós temos, nós fomos o primeiro Lacen a adquirir esses testes reagentes, nós estamos conseguindo dar vazão à necessidade da Bahia, diferente de vários estados, que precisam remeter para laboratórios centrais ou estão dependendo da descentralização dos reagentes, que é absolutamente insuficiente para a quantidade de exames necessários", contou Fábio Vilas-Boas.
Conforme Fábio Vilas-Boas, a Bahia tem 1.600 leitos de terapia intensiva, sendo 1.200 da rede pública e 400 da rede privada.

sexta-feira, 3 de abril de 2020

STÊNIO GARCIA, 87, É DEMITIDO DA GLOBO APÓS 47 ANOS NA EMISSORA



O casal está sofrendo as consequências da demissão (Foto: Reprodução/Globo)

Bárbara Saryne - Yahoo Vida e Estilo - Stênio Garcia, 87, foi demitido da Globo após 47 anos na emissora. O ator está em choque, passou mal com pressão alta e ainda não consegue falar sobre o assunto. Em entrevista ao Yahoo, Marilene Saade, esposa do veterano, contou que está preocupada com o futuro deles, pois o custo de vida do casal é alto e vai ser difícil aparecer outro trabalho durante a pandemia.
Embora esteja sem saber o que fazer, ela diz que a demissão foi um “livramento”. Desde quando Silvio de Abreu assumiu a direção de teledramaturgia da Globo, em 2012, Stênio "começou a sofrer perseguições e passou a ser descartado de grandes projetos".
“Ele estava morrendo aos poucos. Teve depressão depois de tanto tempo sem ser chamado para uma novela. Ele se sentia um cachorro morto porque tinha outros atores velhos trabalhando e ele não”, afirma a companheira, que revela até ter procurado o diretor para uma conversa, mas não foi recebida.
Segundo Marilene, Stênio Garcia não chora e suas emoções acabam refletindo no corpo. Em sete anos, ela diz que levou o marido muitas vezes para o hospital por causa do descaso da Globo. Além de se sentir humilhado, o ator tinha que lidar com a pressão do público nas ruas e redes sociais.
“As pessoas o atacavam como se ele não quisesse trabalhar. Era uma tortura. Foram sete anos muito difíceis e com muitas internações, vômitos por causa da pressão que subia. Sete anos de tortura mental. O Stênio tentou falar com esse diretor para resolver qualquer problema, dizer que ele é profissional, mas não nos recebeu. Achei que iam matar o meu marido”, desabafa.
Durante a quarentena, Stênio Garcia deve pensar na possibilidade de entrar na Justiça por assédio moral, mas a esposa é sincera ao garantir que não sabe se vale a pena. Para ela, que já superou um câncer, o que mais importa é a saúde do marido. A burocracia causará um desgaste muito grande.

Adolescente suspeito de homicídio é apreendido



Um adolescente de 16 anos suspeito de matar um homem de 40, no distrito de Vera Cruz, foi apreendido, na manhã desta sexta-feira (3), por uma equipe da Delegacia Territorial (DT/Porto Seguro).
O crime ocorreu no dia 27 de fevereiro, depois de um desentendimento entre o garoto e Igor Campos Moura, morto com um tiro na cabeça enquanto dormia. O revólver calibre 38 usado no homicídio foi apreendido.
Além da arma, os policiais recuperaram com o adolescente, que já está à disposição do Ministério Público, um conjunto de facas e um arco e flecha esportivos e um vídeo game, subtraídos da casa de Igor.
Ascom-PC/Priscila Carvalho

Coronavírus: Centrais sindicais cobram medidas do governo Doria



Wagner Gomes, dirigente nacional da CTB, participou de videoconferência com o vice-governador de São Paulo

por Railídia Carvalho - A videoconferência realizada nesta quarta-feira (1º) entre as centrais sindicais e o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, teve como pauta postos de trabalho, renda, acordos salariais e saneamento e serviços básicos. A Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) denunciou que é grave a situação dos trabalhadores de serviços essenciais, em especial na saúde, que têm vivido uma rotina sem equipamentos de proteção no tratamento de pacientes com coronavírus.
A CTB foi representada por Renê Vicente, presidente da CTB/SP, e Wagner Gomes, secretário-geral nacional da CTB. De acordo com Wagner, os relatos feitos por trabalhadores da saúde apontam que aumentaram assustadoramente os casos de contágio entre esses profissionais. “É o pior dos mundos porque enquanto aumentam os casos de Covid-19 diminuem os equipamentos de proteção individuais. Não tem máscara, o que obriga médicos e enfermeiras a reutilizar máscaras. Nós fomos à reunião cobrar uma providência”, contou Wagner.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Equador retira 150 corpos de casas em Guayaquil em meio ao caos da Covid-19


O governo do Equador informou nesta quarta-feira (31) que removeu 150 cadáveres que estavam em várias casas em Guayaquil, depois do caos ocorrido naquela cidade devido à pandemia do novo coronavírus que atrasou esse serviço.
As autoridades, porém, não confirmaram quantas vítimas da Covid-19 estão entre os 150 mortos.
Uma força-tarefa conjunta militar e policial criada pelo governo para lidar com essa emergência retirou 150 corpos nos últimos três dias, informou o porta-voz Jorge Wated.
Wated reconheceu as falhas do "sistema funerário" em Guayaquil, o que fez com que o serviço dos médicos legistas e das funerárias não atendessem rapidamente aos casos de mortes nas residências no meio do toque de recolher de 15 horas estabelecido no país.
Como resultado, o povo de Guayaquil começou a publicar nas redes sociais vídeos de corpos abandonados nas ruas e mensagens de ajuda de parentes para enterrar seus mortos.
A província de Guayas cuja capital é Guayaquil, concentra 70% dos casos da Covid-19 no Equador, que tem 2.758 infectados e 98 vítimas fatais desde 29 de fevereiro.